Deputado Zezéu isenta Jaques Wagner de culpa na derrota política na formação do governo de Dilma

Em recente declaração feita à imprensa baiana, o deputado federal Zezéu Ribeiro (PT), teceu duras críticas a articulação política de seu partido nacionalmente, que não teria dado espaço para baianos na equipe da presidente eleita Dilma Rousseff, apesar de ser este o estado em que a petista recebeu uma de suas mais expressivas votações. “No PT, a gente cometeu um erro, porque teve um Ministério muito paulistano. Dos oito primeiros cargos de ministros, eram oito do PT e oito de São Paulo, então, eu acho que isso é um equívoco”.

O deputado lembrou que  o PMDB, dos cinco ministérios que teve, serão três nordestinos, o PSB terá os dois ministros de sua cota também da região, assim como o PCdoB, que “possivelmente terá a Luciana Santos (PCdoB)”. “Então, a região Nordeste vai ter uma porção de ministros e são ministros não petistas. O PT ficou numa situação difícil em relação a isso e eu acho isso ruim”, desbafou. O parlamentar tentou isentar o governador Jaques Wagner (PT) de culpa da derrota política na formação do governo, e pontuou. “Ele colocou as nossas reivindicações. Não foi contemplado, a princípio. É um processo de conquista de espaço”.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]