Vitória da Conquista lidera crescimento do Sudoeste baiano

O PIB de Vitória da Conquista deve alcançar R$ 4 bilhões em 2010, afirmou o Secretário da Indústria, Comércio e Mineração (SICM), James Correia, em palestra proferida para empresários do município, na última quinta-feira (28/11/2010), na pousada Conquista Resort & Spa.

O secretário Correia abordou o tema “Indústria, Comércio e Serviços: Perspectivas para o Sudoeste baiano”, e durante a palestra pediu que os empresários assumissem a liderança do crescimento do município, para assim alavancar o desenvolvimento de toda região.

A ida à cidade faz parte do projeto da SICM de estreitar o relacionamento entre empresários e governo, que vem investindo no processo de descentralização da economia. Em Vitória da Conquista, somente nos últimos três anos, foram assinados cerca de R$ 14 milhões em protocolos de intenções, com previsão de geração de cinco mil empregos diretos para a região.

Referência

O município é referência em segmentos como agricultura, pecuária e comércio e serviços, sendo estes dois últimos responsáveis por 70% da economia local, e deve arrecadar cerca de R$ 200 milhões de ICMS. Na oportunidade, o secretário visitou as fábricas do Grupo Dass, Tia Sônia, Engeflex, Zab e Teiú, além do Ibametro e a Oficina do Empreendedor. O Grupo Dass possui duas unidades produtivas em Vitória da Conquista, gerando 2,1 mil empregos diretos no município e um total de seis mil empregos diretos em toda a Bahia.

A unidade responsável pela produção de calçados esportivos produz 50 mil pares de solados por dia e a unidade de confecções esportivas que hoje produz sete mil peças por dia, deve chegar a oito mil peças no ano que vem. A Indústria de Alimentos Tia Sônia, fabricante de uma linha com mais de 30 produtos, entre eles granola e barras de cereais, prepara-se para se instalar no Distrito Industrial de Vitória da Conquista. Marcos Fenício, diretor da fábrica conta que a marca é a segunda mais vendida no Nordeste, na categoria cereais matinais e a única fábrica de barra de cereais da Bahia.

Mais emprego

“O benefício do Desenvolve ajudou a empresa a torna-se competitiva e possibilitou que nós aumentássemos o número de funcionários de 34 para 98. Hoje a Tia Sônia consegue competir até mesmo com as empresas do Sul”, afirmou Fenício, contando que um dos diferenciais da marca está justamente na adição de tapioca na granola e na barra de cereal.

O secretário James Correia afirma que “a Tia Sônia vem se destacando no cenário empresarial, é um exemplo de uma empresa pequena em desenvolvimento que está saindo de um bairro residencial para o Distrito Industrial”.

Assim como a Tia Sônia, a Teiú é uma empresa familiar. Fundada há mais de 50 anos na cidade de Vitória da Conquista, a marca atua na fabricação de produtos de higiene e limpeza e é responsável pela geração de 223 empregos diretos e cerca de outros 700 indiretos.

A Teiú busca acompanhar as inovações que o mercado oferece em produtos e também acompanhar as necessidades do cliente que está cada dia mais exigente. “O cliente hoje não quer somente um produto que resolva as suas necessidades, ele também quer embalagem bonita e atrativa”, afirma Maria Luiza Marinho de Andrade Figueira, química e responsável técnica da fábrica.

A Engeflex iniciou a produção de embalagens plásticas no município no início de 2007. Com investimentos totais de R$ 20 milhões, a empresa vai ampliar a capacidade de produção de três mil para 3,8 mil toneladas/mês, aumentando os empregos diretos dos atuais 210 para cerca de 250. A mão de obra totalmente local foi treinada na própria empresa.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]