Senado adia votação da PEC do Diploma novamente. FENAJ define prioridades de ação

Prevista na pauta de votações do plenário do Senado desta terça-feira (16/11/2010), a Proposta de Emenda Constitucional nº 33/09, que restabelece a exigência do diploma de graduação em Jornalismo para o exercício da profissão, foi novamente adiada por falta de quorum. Em atividade de planejamento realizada no último final de semana, a diretoria da FENAJ definiu que as campanhas que a entidade vem encaminhando em defesa do diploma, da retomada do Conselho de Comunicação Social (CCS) e pela democratização da comunicação no Brasil deverão ser unificadas em 2011.

A votação da PEC 33/09 continua na pauta do Senado. A FENAJ prossegue, com o autor da proposta, senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), e com o relator, senador Inácio Arruda (PCdoB/CE), trabalhando com a perspectiva de que a matéria só vá a voto quando houver um quorum maior no plenário do Senado para assegurar sua votação em primeiro turno. “Tanto na composição atual do Senado quanto na da próxima legislatura há um ambiente favorável à aprovação desta proposta”, avalia o presidente da FENAJ, Celso Schröder. “Portanto, trabalhamos com uma tática de colocar a matéria em votação num momento que não modifique o indicativo de vitória dos jornalistas”, completa.

Schröder conta que o planejamento realizado pela diretoria da FENAJ ocorreu numa semana agitada para a entidade, pois vários de seus diretores estiveram envolvidos com o Seminário Internacional Comunicações Eletrônicas e Convergência de Mídias, promovido pelo governo federal em Brasília, e com o acompanhamento de matérias de interesse dos jornalistas no Congresso Nacional. “Com tudo isso, o trabalho de planejamento foi longo e num período muito curto, mas foi satisfatoriamente positivo”, avalia, destacando a grande sintonia entre os dirigentes da Federação que participaram das atividades.

“Identificamos nossas prioridades, nossas potencialidades e quem são nossos adversários”, diz Schröder. “O plano operacional será apresentado para a categoria e para a sociedade dentro de um cronograma de ações a serem desencadeadas progressivamente”, explica. Ele adiantou, porém, que os três eixos prioritários de ação da FENAJ se darão em torno das PECs que tramitam na Câmara e no Senado sobre o diploma, da retomada dos trabalhos do CCS – que está ocorrendo com grande atraso, segundo ele – e da regulamentação dos sistemas de comunicação no Brasil.

*Com informação do fenaj

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]