Museu Casa do Sertão disponibiliza jornais antigos digitalizados

Museu Casa do Sertão disponibiliza jornais antigos digitalizados.

Museu Casa do Sertão disponibiliza jornais antigos digitalizados.

Manuscritos e jornais antigos que representam parte da memória de Feira de Santana estão sendo digitalizados e disponibilizados para consulta pública no Museu Casa do Sertão. O objetivo é contribuir para as pesquisas sobre a história e a cultura do município, além de garantir a preservação do acervo pertencente ao Museu.

Parte deste acervo já está digitalizada e disponível para consulta, como os periódicos do século 19 “O Município” (1892-1894), “O Propulsor” (1896) e “Gazeta do Povo” (1891-1893). Também já foram recuperadas cópias dos Relatórios Anuais da Prefeitura Municipal de Feira de Santana de 1936 e 1940, do então prefeito Heráclito Dias de Carvalho, e o livro “Pedaços d’Alma” do médico Honorato Filho (poemas) editado em 1926.

Toda a coleção de documentos manuscritos e folhetos religiosos doados pelo primeiro vice-reitor da Uefs, monsenhor Renato de Andrade Galvão, já está digitalizada. Estão disponíveis ao público cartas de alforria, carta imperial, cartas pessoais, certidões, declarações, queixa-crime, folhetos religiosos, o Compromisso da Irmandade de São Benedito de Feira de Santana, e o caderno de memórias do Dr. Remédios Monteiro, último Presidente do Conselho Municipal no período imperial do município.

A maior parte do acervo do Jornal Folha do Norte, um dos periódicos mais antigos ainda em circulação na Bahia, com 101 anos de fundação completados no mês de setembro, já vem contribuindo para pesquisadores da Uefs e de outras instituições de ensino através das edições exibidas nos computadores do Museu.

A coordenadora do Museu Casa do Sertão, a historiadora Cristiana Barbosa, salienta a importância da digitalização para que os periódicos estejam disponíveis à população. “Antes, muitos desses manuscritos e jornais estavam fora da consulta pública como medida de prevenção. Devido ao estado de conservação, não poderíamos arriscar que o material fosse danificado”, explica.

Ela também falou sobre a preservação dos manuscritos e periódicos antigos que vem sendo realizada ao longo dos anos pelo Museu Casa do Sertão. “Neles encontram-se informações sobre demarcações de terras, escravidão, política, economia, demografia e urbanização; fatos que, se não fossem preservados, poderiam gerar lacunas em vários campos do conhecimento histórico”, declarou.

A coleção de fotografias da Biblioteca Monsenhor Renato Galvão será alvo da próxima etapa do projeto de digitalização, que ainda passa por procedimentos técnicos. Essas fotografias registram imagens de Feira antiga, de personalidades, da Uefs e do acervo de peças do Museu Casa do Sertão.

O Museu Casa do Sertão funciona de segunda a sexta-feira, das 08 às 11h45 e das 14 às 17h45. Contato através do número (75) 3224-8099.

Seguem listados abaixo os títulos de jornais feirenses digitalizados e disponíveis na Biblioteca Setorial Monsenhor .

– O Município

1892-1894 e 1908-1911

– O Propulsor

1896

– Gazeta do Povo

1891-1893

– Folha do Norte

1909, 1910, 1911, 1912, 1913, 1914, 1917, 1918, 1919, 1926, 1927, 1928, 1929, 1930, 1931, 1932, 1933, 1934, 1935, 1936, 1937, 1938, 1939, 1940, 1941, 1942, 1943, 1944, 1945, 1946, 1947, 1948, 1949, 1950, 1951, 1952, 1953, 1958, 1960, 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1966, 1967, 1968, 1969, 1970, 1971, 1973, 1974, 1975, 1976, 1977, 1978.

– O Progresso

1901-1903; 1905-1908

– Folha da Feira

1932-1935

– O Coruja

1956

– Feira Livre

1979

FSA, 17/11/2010

Vívian Servo Leite – Ascom/Uefs

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]