+ Manchetes >

Ministro da Justiça do Japão renuncia

Tóquio, 22 novembro de 2015 (EFE).- O ministro da Justiça do Japão, Minoru Yanagida, anunciou nesta segunda-feira (horário local) sua renúncia, após a repercussão causada por recentes comentários nos quais afirmava que seu trabalho era fácil, interpretados como uma falta de respeito à Dieta (Parlamento), informou a agência local “Kyodo”.

Yanagida, que estava no cargo desde setembro, comunicou sua decisão ao primeiro-ministro, Naoto Kan, antes que o opositor Partido Liberal-Democrata (PLD) apresentasse uma moção de censura contra ele e ameaçasse boicotar a aprovação do orçamento extra no Parlamento.

Há uma semana, Yanagida, de 56 anos, afirmou em discurso em sua circunscrição de Hiroshima (oeste do Japão) que ser ministro da Justiça do Japão “é fácil” porque só tinha que lembrar duas frases se o fizessem alguma pergunta na Dieta.
Segundo disse, essas duas frases eram “não devo fazer comentários em casos individuais” e “estou atuando de forma apropriada de acordo com a lei e com as provas”.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]