Meirelles diz que socorro ao Banco PanAmericano foi feito sem dinheiro público

Meirelles diz que socorro ao Banco PanAmericano foi feito sem dinheiro público.

Meirelles diz que socorro ao Banco PanAmericano foi feito sem dinheiro público.

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, explicou que o depósito de R$ 2,5 bilhões realizado pelo Grupo Silvio Santos no Banco PanAmericano com recursos obtidos por meio do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) foi legal e não causou prejuízo a outras instituições bancárias, aos depositantes, e nem à União. Meirelles falou aos jornalistas nesta quinta-feira (11/10/2010), após visita ao presidente do Senado, José Sarney.

O aporte de recursos foi feito para evitar a falência do banco, após irregularidades no balanço do PanAmericano detectadas no mês passado pelo Banco Central. De acordo com Meirelles, todos os procedimentos adotados no caso, inclusive a concessão do empréstimo, seguiram as normas legais.

– Tudo funcionou nos termos legais. Foi solucionado o problema sem o uso de um centavo público. Não houve prejuízo para o governo federal. Foi preservado também o patrimônio dos acionistas minoritários e o patrimônio dos depositantes do banco. Portanto, foi uma solução que reconstitui a saúde financeira da instituição – avaliou.

As medidas adotadas, de acordo com Meirelles, permitiram preservar a estabilidade do sistema financeiro.

– O controlador capitalizou o banco dispondo de seu patrimônio pessoal; o Fundo Garantidor de Crédito cumpriu a sua missão institucional de preservar a estabilidade do sistema – explicou.

Prestação de contas

Após a visita ao presidente do Senado, Henrique Meirelles seguiu para audiência pública na Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO). O presidente do Banco Central apresentou a deputados e senadores um balanço do cumprimento de objetivos e metas das políticas monetária, creditícia e cambial, prestação de contas periódica prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Conforme Meirelles, foi positivo o resultado do balanço referente ao ano de 2009 e o primeiro semestre de 2010.

– O balanço mostra que a economia brasileira vai bem. O Brasil está crescendo 7% este ano e tem perspectivas de crescimento sólidas para o ano que vem. A economia está equilibrada, estabilizada e o país está criando emprego e aumentando a renda – afirmou Meirelles.

*Com informação da Agência Senado

 

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]