Estudo conclui que 68% dos blogs de dez grandes jornais americanos são editados

O StinkyJournalism (algo como “Jornalismo Fedido”), projeto sobre ética na mídia americana, conduziu recentemente um estudo para examinar como dez grandes jornais dos Estados Unidos gerenciavam os blogs publicados em seus portais na internet, informou o journalism.co.uk.

O levantamento concluiu que 404 dos 591 (68%) blogs publicados pelos dez jornais eram editados. Sete dos dez veículos pesquisados afirmaram editar todos os blogs de seus portais. Apenas oito blogs (1%) tratavam de notícias tradicionais.

Ao explicar por que o estudo foi feito, o StinkyJournalism argumentou: “Com a crescente popularidade das mídias sociais, os jornais aderiram ao movimento, criando não só blogs, como contas no Facebook e no Twitter. Isso foi não só necessário para mantê-los atualizados com a tecnologia, mas também para compensar a queda das vendas das edições impressas. Todos os principais jornais americanos tem hoje uma presença representativa na internet e publicam muito mais conteúdo online do que poderiam em suas edições impressas. Junto com essa mudança, as mídias sociais como ferramentas integradas aos jornais agora desempenham um papel no ambiente da notícia como nunca antes. No entanto, essas mundanças levantam questões éticas, legais s sobre os padrões jornalísticos.”

Os jornais persquisados foram: The New York Times, The Wall Street Journal, The Washington Post, Los Angeles Times, USA Today, San Francisco Chronicle, New York Post, Chicago Tribune, Chicago Sun-Times e The Boston Globe, segundo a PR Newswire.

O estudo e seus resultados completos estão disponíveis aqui.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]