+ Manchetes >

Embrapa Mandioca e Fruticultura marca presença em simpósio em Cuba

Mais uma vez, a Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas – BA), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, teve presença marcante em evento internacional. Foi no III Simpósio Internacional de Fruticultura, realizado de 26 a 30 de outubro de 2010 em Havana (Cuba), organizado pelo Instituto de Investigaciónes en Fruticultura Tropical (IIFT) e o Grupo Empresarial Fruticola, ambos vinculados ao Ministério da Agricultura de Cuba. O evento contou com 350 participantes, sendo 60 estrangeiros da América Latina e da Europa.

“O programa apresentou ótimo conteúdo técnico-científico, com destaque para temas focados em práticas de produção sustentável, controle de doenças, com ênfase no HLB [greening] de citros, melhoramento genético com uso de modernas técnicas biotecnológicas e manejo pós-colheita de frutas”, contou o chefe geral Domingo Haroldo Reinhardt, que representou a Unidade juntamente com os pesquisadores José Eduardo Borges de Carvalho e Jailson Lopes Cruz.

No último dia do evento, foram realizadas visitas técnicas a pomares cítricos na região de Matanzas, a cerca de 125 km a leste de Havana, e de outras fruteiras tropicais, sobretudo manga, goiaba, banana e mamão, e a um viveiro de mudas de goiaba, abacate, manga e graviola, localizados na região de Santa Clara, a cerca de 250 km a sudeste da capital cubana.

Apresentações

Haroldo apresentou a segunda conferência da sessão de abertura sobre “A importância da cooperação técnica Sul – Sul para o desenvolvimento da fruticultura”. Ele destacou a evolução da fruticultura brasileira, as principais estratégias de cooperação internacional na Embrapa em geral e na Unidade em particular, bem como os antecedentes e as possibilidades atuais de cooperação.

José Eduardo comandou a conferência “Produção integrada de frutas, diferencial de competência – Experiência no Brasil”, além de presidir a sessão sobre agroecologia. Nessa sessão, Jailson apresentou dois trabalhos sob a forma de pôster, abordando o uso de cultivos de cobertura em pomar de mamão. Além disso, houve palestra de coautoria da pesquisadora Juliana Freitas-Astúa, lotada no Centro de Citricultura, em Cordeirópolis (SP), abordando a situação mundial da leprose, importante doença de citros.

Cooperação científica

A fruticultura cubana, que foi bastante expressiva no passado, nos últimos anos tem sofrido perdas significativas causadas por furacões, períodos prolongados de estiagem e a incidência de doenças. O Ministério de Agricultura aprovou em 2009 um plano estratégico para o revigoramento da fruticultura nacional até 2015, visando à recuperação de pomares deficientes, o fomento de novos pomares (manga, abacaxi, goiaba etc.), a diversificação da fruticultura e o apoio ao movimento popular de uso de policultivos em pequenas áreas e a implantação de viveiros tecnificados.

Segundo Haroldo, ficou evidente que a Embrapa Mandioca e Fruticultura tem condições técnico-científicas adequadas para oferecer boas oportunidades de cooperação às instituições cubanas. “O mesmo foi observado em relação à mandioca, alimento ainda subutilizado em Cuba, com amplas possibilidades para melhorias no cultivo e, sobretudo, na diversificação do seu uso.

A presença marcante do Unidade neste simpósio, na avaliação do chefe geral, resultará na ampliação do intercâmbio técnico-científico. O primeiro grande passo nesta direção foi a articulação de proposta, elaborada por José Eduardo, com os Institutos de Solo e de Fruticultura de Cuba, que visa introduzir e avaliar novas práticas de manejo de cobertura do solo e de plantas infestantes em pomares, nas condições ambientais de regiões frutícolas daquele país. “A proposta foi muito bem recebida e já tem garantido o apoio financeiro da Organização para Alimentação e Agricultura das Nações Unidas [FAO], mediante o escritório local de Cuba, coordenado pelo brasileiro Márcio Porto, ex-pesquisador e chefe de P&D da Unidade”, acrescentou Haroldo.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]