+ Manchetes >

Dilma diz que seguirá diretrizes econômicas do governo Lula

Em suas três primeiras entrevistas depois de ser eleita presidente, Dilma Rousseff (PT) disse na noite desta segunda-feira que manterá a política de câmbio flutuante.

“Teremos rigor ao tratar questão cambial. Não é possível que ocorra aqui aquele tipo de política da década de 30, que se caracteriza pela desvalorização competitiva”, disse Dilma à TV Globo, referindo-se à desvalorização do câmbio para estimular exportações.

Antes, em entrevista ao Jornal da Record, a presidente eleita afirmou que não “brincaria” com a inflação e, mais tarde, na RedeTV, reiterou que manteria as diretrizes econômicas do governo Lula.

Escolha de ministros

Segundo Dilma, a escolha dos seus ministros será definida por critérios técnicos e políticos e ainda não há nomes definidos para os cargos.

“Nós vamos ter de ver a composição do governo, que tem esses dois aspectos. Eu vou me esmerar para ter um governo em que o critério de escolha dos ministros e dos cargos da alta administração sejam providos por esses dois critérios”, disse no Jornal Nacional.

Ela também disse que trabalharia para erradicar a miséria do Brasil. “Não seremos nem um país nem uma sociedade desenvolvida enquanto houver miséria. Eu acredito que esse é um processo que temos de iniciar e colocar na pauta da sociedade.”

Reunião com governadores

A presidente eleita anunciou que, nos primeiros dias de seu governo, convocará uma reunião com os governadores para tratar de saúde e segurança pública.

Dilma ainda afirmou que respeitaria a liberdade de imprensa na sua gestão.

“Sempre brinco que controle remoto é o melhor que pode ter por parte da população em relação à mídia. Ele decide ao que vai assistir, o que vai ler. Eu prefiro as vozes críticas, vivi a ditadura e sei do que se trata”, disse na Record.

Segundo Dilma, o fim do governo Lula será um momento de “muita emoção”.

“Vou ficar muito alegre por estar assumindo a Presidência e, ao mesmo tempo triste, por ser a despedida do Lula, com quem eu tive um desafio imenso e muitas realizações.”

*Com informação do BBC BRASIL

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Alberto Peixoto
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.