+ Manchetes >

Brasileiras ainda são minoria em cargos de chefia

Pesquisa sobre gênero nas 500 maiores firmas do país sugere que apenas 14% dos postos de direção são ocupados por mulheres; estudo apoiado pela ONU baseou-se em dados do Ibge e de instituições privadas.

O Brasil ainda tem um longo caminho a percorrer para alcançar a igualdade de gênero em cargos de chefia.

Uma pesquisa do Ibge, apoiada pelas Nações Unidas e pelo Instituto Ethos, revela que apenas 14% dos postos de direção das empresas são ocupados por mulheres.

Níveis

O “Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 Maiores Empresas do Brasil e suas Ações Afirmativas” analisou a situação de todos os níveis hierárquicos das companhias.

Segundo o estudo, mesmo em outros cargos de responsabilidade, a participação feminina é baixa, e certamente inferior à quantidade de mulheres na sociedade brasileira, que é de 51%.

Os detalhes da pesquisa serão divulgados nesta quarta-feira em São Paulo.

Ações Afirmativas

Outras variantes do estudo são a participação em cargos de chefia levando em conta raça, faixa etária, tempo de serviço e instrução.

A pesquisa analisa os resultados de políticas de ações afirmativas e da situação de pessoas com deficiência, negros, mulheres e profissionais com mais de 45 anos.

Entre os patrocinadores institucionais estão a Fundação Interamericana e a ONG Atletas pela Cidadania.

*Com informações da Rádio ONU em Nova York.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]