Brasil diz que está pronto para colaborar com paz no Sudão

País participa, nesta terça-feira, de debate sobre situação da nação africana, que realizará dois referendos em janeiro; governo enviou secretário-geral do Itamaraty, Antônio Patriota, para discursar na sessão.

O Brasil ao lado dos outros 14 países-membros do Conselho de Segurança participa, nesta terça-feira, de um debate sobre o futuro do Sudão.

A nação do centro-leste da África realizará dois referendos para decidir sobre o status futuro do sul e a pertença da província central de Abyei, rica em recursos naturais.

Posições

O governo brasileiro enviou para o debate o secretário-geral do Itamaraty, o embaixador Antônio Patriota. A embaixadora junto às Nações Unidas, Maria Luiza Ribeiro Viotti, disse à Rádio ONU que o país está pronto para dar sua contribuição.

“O Brasil participa desses esforços como membro do Conselho de Segurança neste momento. Participaremos com a presença do secretário-geral das Relações Exteriores, Antônio Patriota, e essa será uma oportunidade para reiterarmos as nossas posições”, afirmou.

Votações

Maria Luiza Ribeiro Viotti também ressaltou o significado dos referendos para o futuro do Sudão.

“Este momento é muito importante porque se aproxima a fase final do acordo de paz entre o norte e o sul do Sudão. É um acordo que prevê a realização de dois referendos: sobre o status do sul e a situação de Abyei. O importante é que estas votações ocorram de maneira pacífica, com credibilidade e transparência. E é isso que a ONU está interessada em assegurar, em apoiar”, explicou.

Atualmente, a ONU tem duas missões no Sudão, a Unmis, com sede em Cartum, capital do país, e a Unamid, que fica na província de Darfur.

*Com informação da Rádio ONU em Nova York.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]