+ Manchetes >

Alunas e professora do estado se destacam na Olimpíada de Língua Portuguesa

A estudante Ana Maria Cedraz Oliveira, 14 anos, vive um misto de emoção e alegria. Finalista da segunda edição da Olimpíada de Língua Portuguesa na categoria Crônica, que contou com mais de 27 mil inscritos, a aluna da 8ª série da Escola Estadual Durval da Silva Pinto, em Conceição do Coité, a 234 quilômetros de Salvador, concorre com mais 37 finalistas de todo o país, no dia 29 deste mês, em Brasília. O evento é realizado pelo Ministério da Educação e pela Fundação Itaú Social.

“Fiquei emocionada. Confesso que chorei quando recebi a medalha de finalista no Teatro Fernanda Montenegro, em Curitiba. Tenho levado a notícia com naturalidade, mas acho que a ficha ainda não caiu. É uma alegria muito grande. O gosto que tenho pela leitura e pela escrita vem da minha casa, que sempre teve livros à minha disposição. Aqui na escola, também tive a oportunidade de participar do programa Ciclos de Leitura e o interesse só fez aumentar”, disse a estudante.

Ela participa da olimpíada com a crônica O Toque, o Fascínio, o Lugar. O texto fala sobre a cavalgada que acontece no município de Conceição do Coité, assim como as sensações e as reações das pessoas envolvidas na atividade. A estudante tem o hábito da leitura e revela que as suas preferências passam longe de séries como Crepúsculo e Harry Potter. “Não leio best-seller. Prefiro autores mais clássicos, como Clarice Lispector e Eça de Queiroz. Quero continuar escrevendo, mesmo quando sair da escola, para, quem sabe, me tornar escritora”.

A professora Ionã Carqueijo Scarante, do Colégio Estadual Governador Luiz Viana Filho, em Nazaré das Farinhas, teve o seu texto premiado na categoria Prática, que compreende relatos das oficinas preparatórias realizadas com alunos interessados em participar da olimpíada.

“Foi de uma importância muito grande apresentar e ter esse trabalho reconhecido em todo o Brasil. Foram 125 relatos inscritos e, ao final, premiaram sete. Escrevi o texto Pelos Caminhos da Crônica, que conta sobre o meu trabalho, desenvolvido para mostrar a importância da escrita para os alunos. Quando recebi o título de premiação, em Curitiba, não me contive de emoção”, disse a professora.

Outra estudante baiana, Caroline de Farias, do Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia, em Valença, também foi selecionada para a final da olimpíada.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]