Significado do nome Paulo | Por Juarez Duarte Bomfim

Palavras proferidas por Cecília Camarero Maringoni ao seu querido sobrinho e afilhado, Paulo Rodrigues Maringoni, no dia do seu batismo em Cristo 

Saulo de Tarso era um judeu de família rica que dedicava a sua vida a perseguir os cristãos. Fazia poucos anos que Jesus Cristo tinha sido crucificado e morto pelos judeus e romanos a mando de Pôncio Pilatos.

Os seguidores de Jesus eram perseguidos e assassinados. Santo Estevão tinha acabado de ser morto por apedrejamento com a participação ativa de Saulo neste acontecimento.

Não contente com as barbaridades praticadas em Jerusalém, Saulo pede autorização ao Sinédrio — autoridade sacerdotal judaica — para perseguir os cristãos na cidade de Damasco.

Saulo leva com ele um pequeno exército com o intento de massacrar os cristãos. Na estrada de Damasco, em pleno deserto, com o Sol de meio dia a pino, Saulo vê um grande clarão e ouve uma voz:

— Saulo, Saulo! Porque me persegues?

Saulo cai do cavalo e tomba no chão, fica cego e responde:

— Quem és tu, Senhor?

— Eu sou Jesus, aquele a quem persegues.

Saulo é levado doente a cidade de Damasco e é visitado por Ananias, um cristão daquela cidade que até Saulo fora levado por uma visão que teve do Senhor Jesus. Chegando lá, Ananias encontra Saulo meditativo, se apresenta e toca suas mãos nos olhos de Saulo. Duas escamas deles caem, e Saulo volta a enxergar.

Neste momento, Saulo adquire consciência da sua vida de erros, crimes, violência e resolve se transformar.

A partir deste momento, Saulo renasce em Cristo e muda o seu nome para Paulo, que significa “o pequeno”, o mais humilde entre os humildes, o menor entre os menores, aquele que deve estar sempre pronto para servir a seu próximo.

Paulo se torna apóstolo do Senhor Jesus Cristo e leva a sua mensagem a todos os povos.

A mensagem que Paulo leva a homens e mulheres, velhos e crianças, brancos, negros e amarelos é a mensagem da paz, do amor, da verdade e da justiça.

Esta mensagem foi resumida por nosso Senhor Jesus Cristo em dois simples mandamentos: o verdadeiro Cristão deve amar à Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo como a si mesmo.

Você, Paulinho, meu sobrinho e afilhado querido, que se chama Paulo em homenagem a este grande santo do cristianismo — São Paulo — deve seguir o seu exemplo de humildade, honradez, amor a Deus e ao próximo.

Você deve procurar ter sempre uma vida justa, viver na verdade, promover a harmonia e a paz. Ser um exemplo de bom menino, bom rapaz e bom homem para os seus pais, seus familiares, seus amigos, seus colegas, seus vizinhos e o seu país.

E assim seja neste mundo e por toda a Eternidade.

Que São Paulo te abençoe e te proteja com as Graças de Deus.

Amém.

*Por Juarez Duarte Bomfim e Cecília Camarero Maringoni.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Juarez Duarte Bomfim
Baiano de Salvador, Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Tem trabalhos publicados no campo da Sociologia, Ciência Política, Teoria das Organizações e Geografia Humana. Diversas outras publicações também sobre religiosidade e espiritualidade. Suas aventuras poético-literárias são divulgadas no Blog abrigado no Jornal Grande Bahia. E-mail para contato: [email protected]