Lançada segunda etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa

“Isso reflete todo um esforço entre criadores, associações, sindicatos, Governo do Estado e Ministério da Agricultura, pela adesão ao Programa Nacional Contra a Febre Aftosa no país”, comenta o secretário da Agricultura, Eduardo Salles.

“Isso reflete todo um esforço entre criadores, associações, sindicatos, Governo do Estado e Ministério da Agricultura, pela adesão ao Programa Nacional Contra a Febre Aftosa no país”, comenta o secretário da Agricultura, Eduardo Salles.

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa na Bahia foi lançada, nesta sexta-feira (22/10/2010), no Parque de Exposição Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista, a 527 quilômetros de Salvador. A ação marcou o encerramento da 8ª edição do Projeto Seagri Itinerante, iniciado na última quinta-feira (21/10), no município.

Para enfatizar a importância da vacinação no Estado, que há dez anos não registra nenhum caso da doença, o governador Jaques Wagner vacinou um animal. A imunização dos rebanhos em território baiano, no entanto, começa oficialmente no próximo dia 1º de novembro e vai até o dia 30 do mesmo mês. Após vacinar o rebanho, todos os pecuaristas precisam declarar a vacinação em um dos escritórios da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), estrategicamente localizados nos municípios baianos.
Modernização da pecuária 
Na primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, ocorrida em maio deste ano, 97,91% das 10.288.420 cabeças existentes em todo o Estado foram imunizadas, registrando um índice histórico na vacinação dos animais.
“Isso reflete todo um esforço entre criadores, associações, sindicatos, Governo do Estado e Ministério da Agricultura, pela adesão ao Programa Nacional Contra a Febre Aftosa no país”, comenta o secretário da Agricultura, Eduardo Salles.
Na avaliação do diretor da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Cássio Peixoto, as atividades de defesa imunológica são o passaporte para o sucesso da agropecuária baiana. “A Bahia decidiu pela modernização da pecuária. Sendo assim, os resultados de excelência para a erradicação da aftosa atestam não apenas o comprometimento dos pecuaristas, mas também a vontade do setor em inserir os requisitos de defesa sanitária animal com o objetivo de unificar o comércio e a produção pecuária no Estado”, enfatiza.
GTA via satélite 
Durante o lançamento da campanha, o governador acompanhou a demonstração da emissão de uma Guia de Trânsito Animal (GTA) via satélite. “Esse sistema permite maior segurança e rapidez na identificação do rebanho, no controle da sanidade e na rastreabilidade do animal e, utilizado junto com o Sistema de Integração Agropecuária (Siapec), vai tornar a defesa agropecuária no Estado ainda mais eficaz”, explicou o diretor geral da Adab.
O novo sistema funciona a partir de um terminal móvel, equipado com um dispositivo GPS, que faz a leitura e gravação de dados do animal através de um brinco eletrônico. Com esse dispositivo, é possível realizar a identificação, a pesagem, a vacinação, acompanhar o trânsito do animal e todo o seu histórico de vida, além de emitir a GTA on-line, oferecendo mais comodidade ao criador e agilidade ao serviço de defesa sanitária em todo o território baiano.
Os brincos eletrônicos são reutilizáveis e possuem grande capacidade de armazenamento de informações, facilitando a gestão de dados pelo produtor e a emissão da GTA em associações, sindicatos, entidades de classe ou da sua própria casa. “Isto mostra que, aos poucos, estamos elevando a qualidade da nossa agropecuária, por meio de investimentos em tecnologia de ponta para facilitar o desenvolvimento da cadeia produtiva”, afirmou Jaques Wagner.
Unidades de piscicultura 
Na oportunidade, o governador assinou a autorização para que a Secretaria de Agricultura do Estado (Seagri) forneça 250 mil alevinos de tilápias. Os alevinos serão utilizados no povoamento das unidades de psicultura nos municípios de Vitória da Conquista, Anagé, Caraíbas, Jequié, Maracás, Tremedal, Ibiassucê, Paramirim e Calculé, garantindo a continuidade dos projetos já implantados na região.
Wagner, juntamente com o superintendente do Banco do Brasil na Bahia, Edson Cardozo, e o secretário da Agricultura, entregou um cheque simbólico no valor de R$ 60 milhões ao presidente do Sindicato de Produtores Rurais de Vitória da Conquista, Nelson Quadros. O montante irá viabilizar o acesso ao crédito a produtores assistidos pelo Projeto de Assistência Gerencial e Tecnológica.
Ainda no escopo de ações estaduais, o governador autorizou a Adab iniciar a adoção de medidas de harmonização e padronização dos procedimentos de inspeção para incluir o estabelecimento frigorífico, Confrigo, de Vitória da Conquista, no novo modelo brasileiro de inspeção de produtos de origem aninal (Sisbi).
O governador autorizou, também, a implementação da Permissão de Trânsito Vegetal (PTV Eletrônica) amparada pelo Sistema de Defesa Agropecuária. Uma ferramenta gerencial que vai permitir maior rastreabilidade para o produtor, garantindo a comercialização com segurança em todo território nacional. Por fim, foram entregues dois caminhões e seis tratores financiados pelo Pronaf Mais Alimentos a agricultores familiares das cidades de Laje, Livramento de Nossa Senhora e Maracás.
“Estas ações mostram que vamos seguir investindo na agricultura familiar que, na Bahia, reúne mais de três milhões de pessoas que dela sobrevivem. Estamos, inclusive, promovendo a verticalização das cadeias produtivas em prol do desenvolvimento da sustentabilidade social e ambiental, como a fábrica de fécula de mandioca, em parceria com a fundação Banco do Brasil, aqui em Conquista”, ressaltou o governador.
Licenciamento ambiental 
A solenidade contou, ainda, com a assinatura, pelas secretarias estaduais da Agricultura e do Meio Ambiente (Sema), do convênio com o Agropolo Mucugê/Ibicoara para a realização de ações que visam o licenciamento ambiental de cerca de 200 mil hectares.
Após um estudo prévio da área, será proposto um zoneamento econômico-ecológico e indicadas as culturas e tecnologias que podem ser aplicadas nas áreas zoneadas. O licenciamento ambiental atenderá a agricultores familiares e grandes empreendedores, gerando mais de quatro mil empregos na Chapada Diamantina.
“Estamos praticando uma visão de gestão que enxerga o uso do atrativo ambiental para o desenvolvimento da cadeia produtiva, sem perder de vista a preservação. Esta é uma modalidade de licenciamento por região, ao invés de fazenda por fazenda, que estamos aperfeiçoando para melhor gerir nossas riquezas naturais”, pontuou o secretário de Meio Ambiente, Eugênio Spengler.
Seagri Itinerante
Todo o gabinete da Seagri foi transferido para Conquista, onde estiveram dirigentes da Adab, Bahia Pesca, Empresa de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) e Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), além das superintendências da Irrigação, de Desenvolvimento da Pecuária e de Política do Agronegócio.
O objetivo central da iniciativa, que já percorreu as regiões do Oeste, Vale do Jiquiriçá, Vale do São Francisco, entre outras, foi o de conhecer in loco as dificuldades dos agricultores de Conquista. “Isto faz com que os agricultores sintam a presença do Estado, permitindo um diálogo direto, com menos burocracia, com o secretário de Agricultura, que discute com a gente as alternativas de solução para os problemas regionais”, observou o presidente da Federação dos Trabalhadores da Agricultura (Fetag), Cláudio Bastos.
O projeto Seagri Itinerante aconteceu, concomitantemente, à feira volante da Caravana Mais Alimentos, coordenada pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário. Em dois dias, mais de dois mil agricultores familiares de 32 municípios da região de Vitória da Conquista tiveram a oportunidade de adquirir diversos equipamentos agrícolas sem juros, com três anos de carência e sete anos para pagar, por intermédio do Programa Mais Alimentos.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]