Jobim defende a indústria da defesa e prega mudança da imagem institucional

Brasília – O ministro da Defesa, Nelson Jobim, destacou hoje (14/10/2010) a importância da inserção da indústria da defesa no processo de desenvolvimento da indústria nacional, como forma de atrair “o comprometimento da sociedade, dos militares e dos políticos” com a questão. Ele ponderou que, até o fim da década de 1980, a área militar “estava desligada dos políticos e da área acadêmica” e isso prejudicava a própria formação do seu orçamento. Havia, conforme Jobim, “um imaginário que a vinculava à repressão”.

A nova defesa, no entanto, segundo o ministro, dá “a verdadeira visão que o setor merece e mostra a necessidade de o Estado bancar o seu desenvolvimento”. Segundo Jobim, “a iniciativa privada só faz investimentos em pesquisas se já tiver assegurada a possibilidade de obter lucros imediatos, e a área da defesa tem um desafio tecnológico em aberto”.

Nélson Jobim abriu, em Brasília, a 2ª Oficina de Trabalho sobre Diagnóstico da Base Industrial da Defesa. Na ocasião, chamou a atenção para a necessidade de uma estratégia voltada para o futuro, visando à segurança interna.

O ministro reiterou que “se um país tem uma defesa forte, terá condições de dizer não ao mundo na hora certa e de apoiar somente o que for adequado”. Isso é importante, conforme lembrou, no momento em que o país se prepara para ser um grande produtor de gás e petróleo.

Ele também defendeu o fortalecimento da estrutura militar, tanto na logística quanto na capacitação de pessoal.

O ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, que também participou da abertura dos trabalhos da oficina, concordou com Jobim ao dizer que “o Estado tem que estar à frente na pesquisa para os setores estratégicos, porque a empresa privada está preocupada em dividir lucros com os acionistas. Por isso, em nenhum lugar do mundo, ela quer correr risco de prejuízos”. Ele lembrou que o etanol é hoje mais consumido no país do que a gasolina e isso foi possível porque o governo tomou a iniciativa de estimular a produção dos combustíveis alternativos.

*Com informações da Agência Brasil

 

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]