Greve prejudicou pagamento de obra na Matinha

A liberação de mais uma parcela de pagamento da rodovia Gil Oliveira, conhecida como estrada da Matinha, só estava dependendo do fim da greve na Caixa Econômica Federal. A obra continua normalmente, inclusive com os percalços esperados, e as demissões porventura ocorridas na empresa contratada não têm qualquer responsabilidade da Prefeitura Municipal.

Desde o dia 28 de setembro que está disponível na Caixa Econômica Federal uma parcela de R$ 570 mil. Acontece que foi exatamente nesta data que começou a greve dos bancários e isto prejudicou o trâmite burocrático necessário para o repasse.

Esse trâmite exige que o setor de liberação da Prefeitura seja comunicado do desbloqueio da verba depositada na CEF. Essa providência burocrática deve estar sendo adotada pela Caixa nos próximos dias, agora com o fim da greve.

A obra está tendo continuidade com o assentamento do meio-fio e da nova iluminação. Os percalços que estão ocorrendo com o asfaltamento eram esperados, por se tratar de uma estrada na zona rural.

A questão principal é que o projeto determina que a largura da rodovia tenha sete metros e alguns proprietários de terra avançaram as cercas, ao longo do tempo, causando o estreitamento em alguns trechos. Parte deles já aceitou a indenização, outros ainda resistem e mais alguns já estão sendo obrigados a resolver o problema na Justiça.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]