Empresas chinesas se interessam por concessão do Porto Sul

Três empresas chinesas manifestaram interesse em participar da concorrência de concessão do porto público do Complexo Logístico Intermodal Porto Sul. As interessadas são os complexos portuários Rizhao Port e Qingdão Port e a do setor de mineração, Xinwen Mining Group Co., sócia do Grupo Votorantim. O objetivo é que os complexos e companhia formem um grupo para participar do processo licitatório.

De acordo com o secretário Extraordinário da Indústria Naval e Portuária (Seinp), Roberto Benjamin, que liderou, na semana passada, uma missão empresarial à China, o grupo entrará com a proposta assim que as regras da disputa licitatória forem divulgadas pela Secretaria Especial dos Portos (SEP) e Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários).

Além do interesse na concessão do Porto Sul, a Xinwen Mining, por meio do Grupo Votorantim, também vai utilizar a estrutura do Complexo Logístico Intermodal Porto Sul (Clips) para a exportação de minério de ferro. “Isso significa investimento, geração de emprego e renda. E, também, arrecadação de impostos para o governo em todos os seus níveis: federal, estadual e municipal”, afirmou Benjamin.

Outro objetivo da Xinwen é implantar na Bahia uma unidade de pelotização, indústria responsável por transformar minério bruto em concentrado, que dará maior valor agregado para o mineral explorado no Estado. A previsão é que a pelotizadora entre em operação em três anos.

O diretor do Grupo Votorantim, Haroldo Fleischfresser, afirma que os chineses têm muito interesse no porto público de Ilhéus porque vai dinamizar as exportações dos seus produtos. “Acreditamos que essa visita possa representar um primeiro passo na contribuição que a China poderá fazer no desenvolvimento do Porto Sul”, disse.

Visita aos portos

A delegação baiana conheceu, também, os maiores portos do país e conferiu de perto toda tecnologia aplicada pelos chineses no setor. Entre os portos visitados estavam os administrados pela empresa Rizhao Port na cidade de Rizhão, na Costa Leste da província de Shandong. Lá participaram de uma palestra sobre a construção e a operação do complexo de portos.

Outro complexo portuário conhecido pela delegação foi Quingdão Port, localizado também na Província de Shandong. Um dos destaques deste porto é a sala de comando. Por meio dela, é possível controlar em tempo real toda operação portuária do complexo.

Por último, os visitantes tiveram acesso ao maior porto de contêineres da China, localizado em Xangai e que até 2020 deverá ser o maior do planeta. O porto de águas profundas de Yangshan está situado em uma ilha no Mar da China Oriental e unido ao continente por uma ponte de 27.5 quilômetros de comprimento, que se eleva sobre as águas, tem um calado de 16 metros, uma profundidade que permite receber os maiores navios do mundo.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]