Combate à criminalidade será reforçado com gabinetes de gestão integrada

O combate à criminalidade será reforçado em mais 25 municípios do país com a instalação do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (Ggim), espaço que articula ações de prevenção e repressão por meio de um trabalho conjunto entre órgãos federais, estaduais e municipais.

O combate à criminalidade será reforçado em mais 25 municípios do país com a instalação do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (Ggim), espaço que articula ações de prevenção e repressão por meio de um trabalho conjunto entre órgãos federais, estaduais e municipais.

Brasília – A partir de ontem (15/10/2010), o combate à criminalidade será reforçado em mais 25 municípios do país com a instalação do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (Ggim), espaço que articula ações de prevenção e repressão por meio de um trabalho conjunto entre órgãos federais, estaduais e municipais.

De acordo com o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, o Ggim faz parte das ações do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). No total, 147 prefeituras integram o programa. “Esses municípios estão conosco a fim de envolver o governo federal e os governos estaduais e municipais na guerra contra a criminalidade.”

A implantação dos gabinetes nos 25 municípios que firmaram convênio hoje com o Ministério da Justiça vai custar R$26 milhões. “Com esses recursos, vamos montar os gabinetes de gestão integradas, vamos trabalhar com a Polícia Militar, com a Polícia Civil. Quando necessário, a Polícia Federal e fazer videomonitoramento nas áreas mais afetadas. Vamos unir tecnologia com preparação policial para enfrentamento da violência e da criminalidade.”

Para o secretário nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, as guardas municipais devem ser reconhecidas como entes fundamentais para a segurança pública do país. “Além de ajudar as prefeituras, [o convênio] contribui com a história da segurança pública no país. Precisamos tratar a segurança pública não só como responsabilidade de todo cidadão, mas como responsabilidade dos níveis diferentes de governo.”

As cidades que assinaram convênio hoje para implementar ou potencializar o Ggim foram: Manaus (AM), Belém (PA), Palmas (TO), Camaragibe (PE), Natal (RN), Nossa Senhora do Socorro (SE), Marica e Macaé (RJ), Sumaré, Guararema, Suzano, Estância Hidromineral de Poá, Itaquaquecetuba, Guarujá e São Carlos (SP), Almirante Tamandaré, Foz do Iguaçu, Fazenda Rio Grande e São José dos Pinhais (PR) e Pelotas e Rio Grande, Cruz Alta, Venâncio Aires e Taquara (RS) e Cristalina (GO).

*Com informações da Agência Brasil

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]