CEEP do Semiárido terá curso para agricultores familiares

O Centro Estadual de Educação Profissional do Semiárido, em São Domingos, será a primeira unidade da rede estadual de Educação Profissional da Bahia a oferecer um curso técnico voltado, exclusivamente, para lideranças da agricultura familiar. O curso utiliza as metodologias preconizadas pela Pedagogia da Alternância, uma novidade na rede estadual. O lançamento será por meio de um seminário, a ser realizado no próprio Centro, na segunda-feira (18/10/2010), às 9h.

 As vagas contemplarão cerca de 35 agricultores familiares de diferentes Territórios de Identidade da Bahia e é um projeto-piloto desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado em parceria com a Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Estado da Bahia (Fetraf-BA).
Os agricultores farão o curso Técnico em Agropecuária, pelo Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica, na modalidade Educação de Jovens e Adultos (Proeja). O curso visa, dentre outras coisas, promover a elevação da escolaridade, contribuir para o desenvolvimento sustentável, econômico, comunitário e solidário no campo e proporcionar habilitação profissional de nível técnico e certificação de conclusão do ensino médio para os agricultores familiares.
Outra perspectiva é incentivar a geração de renda no campo, fomentar a discussão, trocar experiências e práticas agroecológicas durante o curso, trabalhar as dimensões pedagógicas da cultura e da identidade dos povos do campo e contribuir com a organização dos agricultores familiares, por meio do desenvolvimento de ações nas comunidades envolvidas.
Pedagogia da Alternância – O superintendente de Educação profissional do Estado, Almerico Lima, disse que essa parceria com a Fetraf-BA “é mais um atendimento das demandas dos movimentos sociais e também é uma oportunidade de trocas pedagógicas que irão beneficiar a rede estadual”, destaca.
Ainda segundo Almerico, a Pedagogia da Alternância, que prevê ações formativas nos “tempos presenciais” (sala de aula) e “tempo comunidade” (intervenção no local de origem do educando), pode contribuir para o atendimento de outras demandas de populações de baixa escolaridade. “Este projeto prenuncia a implantação do Centro de Educação Profissional do Campo Milton Santos, em Arataca, já em 2011”, anuncia.
Para Joeleno Monteiro, coordenador geral da Fetraf-BA, essa parceria representa a continuidade e o desafio de inserir a educação no contexto do desenvolvimento da agricultura familiar e do campo. “Significa preparar nossos jovens, por meio da Pedagogia da Alternância, para garantir a continuidade da vida no campo, além de dar conhecimento técnico necessário para o desenvolvimento produtivo visando a estruturação da agricultura familiar”, afirma Monteiro.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]