Lei sancionada pelo prefeito Tarcízio Pimenta obriga as clínicas e operadoras privadas de plano de saúde a fornecer nota fiscal aos clientes

As clínicas e operadoras privadas de plano de saúde em Feira de Santana são obrigadas a fornecer aos clientes e usuários a segunda via do documento fiscal comprovante de consultas e exames. O descumprimento da Lei Municipal de n º 3.128 poderá resultar em multa diária de até R$ 2.000,00.

A fiscalização do cumprimento da lei fica a cargo da Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor. Poderão ser aplicadas advertência por escrito e a isenção imediata por parte do cliente e usuário do pagamento da referida consulta ou exame.

No caso de primeira reincidência será aplicada multa diária de R$ 1.000,00 e, na segunda reincidência, multa diária de R$ 2.000,00. Já com a terceira reincidência, o infrator poderá ter a cassação do alvará de funcionamento do estabelecimento.

A lei foi sancionada pelo prefeito Tarcízio Pimenta e deverá ser regulamentada pelo Poder Executivo no prazo de 30 dias a partir desta quarta-feira (15) – data de sua publicação.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]