Coligação do PMDB acusa Wagner de não debater com Geddel questões do estado da Bahia

A presença do candidato do PMDB ao Governo do Estado, Geddel Vieira Lima, entre os palestrantes, fez com que o seu principal adversário, o atual governador Jaques Wagner, cancelasse a sua participação no I Congresso Internacional da Produção Pecuária, no Bahia Othon Palace, em Salvador. Os dois candidatos deveriam, nesta quarta-feira (25/08/2010), apresentar a um público formado em sua maioria pelos principais pecuaristas baianos, as suas propostas para o setor, mas, alegando impedimento por conta da legislação eleitoral, o governador fugiu ao debate.

“Não existe nenhum impedimento para o governador ou qualquer candidato participar de um evento desta natureza, inclusive apresentar as suas propostas. A única coisa que ele não poderia fazer seria pedir voto, mas expor as suas idéias, confrontá-las com o seu oponente. Muito pelo contrário, é um procedimento estimulado pela lei e é a essência da democracia”, opina o advogado eleitoral Manoel Nunes.

A ausência de Wagner foi comunicada ao público pelo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Bahia, João Martins, que reproduziu a alegação dada pelo candidato. Martins teve então que ir até o Palácio de Ondina, para poder entregar a Wagner as reivindicações do setor.

Esta não foi a primeira vez que Wagner “fugiu” de um debate convocado por setores da sociedade. O primeiro foi convocado pelos prefeitos, através da União dos Municípios da Bahia (UPB) e que deveria ter sido realizado no último dia 11. A idéia era ter a presença de dos principais candidatos, com a recusa do governador, o debate foi cancelado.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).