Tudo depende de mim | Por Charles Chaplin

Hoje levantei-me cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia-noite…

É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje.
Posso reclamar porque está chovendo…

ou agradecer às águas por lavarem a poluição.
Posso ficar triste por não ter dinheiro…

ou sentir-me encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.
Posso reclamar sobre minha saúde…

ou dar graças por estar vivo.
Posso queixar-me dos meus pais por não me terem dado tudo o que eu queria…

ou posso ser grato por ter nascido.
Posso reclamar por ter que ir trabalhar…

ou agradecer por ter trabalho.
Posso sentir tédio com as tarefas de casa…

ou agradecer a Deus por ter um teto para morar.
Posso lamentar decepções com amigos…

ou entusiasmar-me com a possibilidade de fazer novas amizades.
Se as coisas não sairam como planejei, posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.

O dia está à minha frente, esperando para ser o que eu quiser.
E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.
Tudo depende só de mim!

*Com informações de Charles Chaplin

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]