Todas as escolas da rede estadual terão acesso à Internet

A rede estadual baiana vai receber 495 laboratórios do Programa Nacional de Informática na Educação (Proinfo). Ou seja, serão quase 10 mil computadores distribuídos na rede. Além disso, todas as escolas da zona urbana terão acesso à Internet até o final do ano. Esses recursos tecnológicos já chegam a 80% das 1.544 unidades da rede.

Os computadores e a Internet são ferramentas que a rede disponibiliza para facilitar o acesso à informação e as mais diversas formas de conhecimentos aos alunos e professores. Além disso, a Secretaria da Educação, através do Instituto Anísio Teixeira, oferece capacitação para que os docentes possam aproveitar melhor a tecnologia pedagogicamente. Ao todo, nos últimos três anos, a Secretaria da Educação capacitou, aproximadamente, 9,5 mil professores em 50 cursos com conteúdos que aliam o uso da tecnologia em prol da educação.

Os resultados refletem direto na sala de aula. Quem bem sabe disso é o professor de inglês Maurício César Gonçalves Oliveira, que ensina nos colégios estaduais Raimundo Matta e Bertholdo Cirilo dos Reis. No currículo, ele contabiliza os cursos de Rádio Web, Blog, Uso da Internet e Mídias na Educação e diz que levou todas as experiências para sala de aula. “Na minha condição de professor de inglês, as tecnologias são grandes aliadas. Dispor de outras ferramentas para auxiliar a aprendizagem contribui para as aulas ficarem mais interessantes e os alunos, mais motivados. O novo sempre encanta”, pontua o professor.

Laboratórios – Cada um dos laboratórios de informática que será implantado pelo Proinfo possui 20 computadores. Ou seja, serão quase 10 mil novos equipamentos distribuídos nas escolas da rede estadual. Eles serão usados para implantação de novos laboratórios e também para repor unidades já em funcionamento. No momento, a Secretaria da Educação trabalha na readequação dos espaços físicos para receber os computadores, incluindo instalação de nova rede elétrica para suportar a carga demandada pelos equipamentos.

“Não podemos pensar a educação sem utilizar a tecnologia. Seja como fonte de informação, conhecimento científico ou como recurso de pesquisa”, avalia o diretor do Instituto Anísio Teixeira, Penildon Silva Filho. Além da formação continuada, a Secretaria da Educação oferece, ainda, o Projeto NTE Vai à Escola, que tem como objetivo a melhoria da qualidade do processo de ensino-aprendizagem, estimulando ações educativas mediadas pelas Tecnologias da Informação e da Comunicação para o uso pedagógico do laboratórios de informática das escolas. Só no ano passado, o projeto atendeu a 210 escolas da rede estadual.

O projeto é desenvolvido em sala de aula com a participação dos professores e alunos. Ou seja, todos são estimulados a utilizar a tecnologia como meio de pesquisa, construção coletiva do conhecimento e interação, viabilizando o desenvolvimento de projetos educativos, promovendo a inclusão digital e transformando o laboratório de informática numa extensão da sala de aula.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]