Paulo Souto visita Nova Viçosa e diz que sociedade reivindica investimentos em infraestrutura

A construção da BA-001 entre Nova Viçosa e Caravelas, a urbanização da orla marítima, a reabertura do aeroporto de Caravelas, além de ações que gerem emprego e renda, sobretudo, para os jovens. Essas foram algumas das reivindicações apresentadas ao ex-governador Paulo Souto durante encontro com lideranças do Extremo Sul, sábado (15/05/2010), em Nova Viçosa. Acompanhavam o ex-governador, os ex-prefeitos José Ronaldo (DEM), de Feira de Santana, Nilo Coelho (PSDB), de Guanambi, o deputado federal Fábio Souto (DEM) e o deputado estadual Sandro Régis (PR).

Souto criticou o fechamento do aeroporto de Caravelas. “É inacreditável que isso persista e as estradas se encontrem em tão péssimo estado”. Para ele, a situação prejudica o turismo da região, também conhecida como Costa das Baleias, que tem no arquipélago de Abrolhos um dos grandes atrativos. “Imaginem o prejuízo que o enfraquecimento da atividade turística causa na economia regional, com a redução de empregos em hotéis, bares, restaurantes e transportes”.

O representante do DEM Jovem de Teixeira de Freitas, Miro Carvalho, lamentou os rumos da Bahia atual. “A violência, as drogas e o medo tomaram conta do nosso estado, que não vai mudar se continuar nas mãos dessas mesmas pessoas. Precisamos tomar uma atitude urgentemente”, alertou.

Para o ex-prefeito Manoelzinho, o sonho de cada jovem de Nova Viçosa é ter um emprego e uma vaga na universidade. Ele acredita que a atração de investimentos para desenvolver o setor turístico na região irá provocar mudanças positivas na vida dessa população. “Sei que a juventude irá deslanchar. Precisamos oferecer oportunidades. Então, voltaremos a ver o sorriso nos rostos deles, e não mais o choro das mães que perderam seus filhos por causa da violência em nosso município”.

“É pensando na Bahia do futuro que acredito ainda ter compromissos com o meu estado. Precisamos preparar, através de uma educação profissional verdadeira, os nossos jovens para o ciclo de desenvolvimento pelo qual o Brasil está passando. Só assim a juventude terá realmente acesso ao trabalho. Caso contrário, aparece o emprego, mas ele perde a chance simplesmente porque não está preparado para preencher a vaga”, disse Souto.

Mucuri

A viagem ao Extremo Sul se estendeu também a Mucuri, onde o presidente da Câmara Municipal, o vereador Agripino Botelho (PR), afirmou que a região está pagando caro por ter uma gestão estadual que não tem competência de fazer algo pelos baianos e pelos mucurienses.

Segundo Botelho, os cidadãos estão sofrendo com a insegurança e com a falta de investimentos em educação e infraestrutura na região. “Analisem bem a presença do governo no Extremo Sul. Há 20 dias, dois Detrans da região estavam fechados porque não tinham energia nem telefone. Olhem o órgão, a competência e a arrecadação do Detran. Não justifica. Olhem a situação das nossas estradas, como a de Lajedão, Medeiros Neto e Canavieiras, vejam o ponto a que chegamos”, alertou o vereador.

Paulo Souto, antes de Mucuri, esteve também no distrito de Itabatã. Recepcionado pelo cirurgião José Carlos Simões, conheceu as instalações e os trabalhos realizados pelos profissionais do Hospital São José.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]