Oferta de educação em tempo integral cresce 748% na Bahia e Programa Mais Educação reúne professores da Bahia

Educação em tempo integral

O total de 662 mil estudantes de escolas públicas estaduais da Bahia passam a frequentar a escola em tempo integral. Esse é o resultado alcançado pelo Programa Mais Educação e representa um aumento de 748% no número de alunos atendidos pelo programa em relação aos dois últimos anos. Em 2008, 130 escolas atuavam com o Mais Educação, atendendo 74 mil estudantes. Agora, em maio de 2010, o programa chega a 411 escolas da rede estadual.

Com o Programa Mais Educação, os estudantes, voluntariamente, se candidatam a permanecer na escola, em dois turnos escolares, desenvolvendo atividades em oficinas de reforço escolar, de arte e cultura, de informática e de prevenção e saúde. Além da prática de atividades optativas, eles têm direito a pelo menos três refeições diárias, inclusive o almoço.

“Com mais tempo voltado para a escolarização, os estudantes têm oportunidade de vivenciar novas experiências de aprendizagem e socialização”, afirma o superintendente de Desenvolvimento da Educação Básica da Secretaria da Educação da Bahia, Nildon Pitombo, lembrando que esse programa está de acordo com as ideias do educador baiano Anísio Teixeira, grande defensor da educação em tempo integral.

Mudança de comportamento – Na Escola Estadual Visconde de Itaparica, no bairro do Cabula, em Salvador, 460 estudantes participam, no outro turno, de oficinas de letramento, prevenção e saúde, conhecimentos lógicos, teatro, grafite, futsal, horta e informática. A mudança no comportamento dos estudantes é o que inspira a continuidade dos trabalhos.

Segundo a professora comunitária Rita Borges Ferreira, “os estudantes mudaram a postura diante dos funcionários, das responsabilidades com o ambiente comum e, especialmente, dentro da sala de aula”. Além disso, ela conta que, com esse programa, “estamos também conseguindo fazer relações do que é visto nas oficinas com o currículo regular”.

Aos 12 anos de idade, Suzana Reis, aluna da 6ª série, estuda de manhã, almoça na escola e à tarde participa da oficina de horta. “É legal, em vez de passar a tarde toda em casa assistindo à televisão ou então na rua, eu fico mexendo na terra, adubando, plantando, juntando coisas orgânicas e reciclando”, diz. Suzana, que chega a levar para casa tomates e coentros colhidos na horta da escola, não se contenta só em aprender: “ eu faço coisas boas e ensino à minha mãe e aos meus primos”, orgulha-se.

A mãe, Gleide Reis dos Santos, acredita que Suzana se interessou pela oficina de horta “porque é uma coisa nova, porque ela não tem muito contato com terra, com planta. Agora ela pede até para eu comprar semente”, diz Gleide, satisfeita com a ocupação da filha.

Programa Mais Educação

Os professores das escolas públicas municipais e estaduais que atuam no Programa Mais Educação na Bahia reúnem-se nesta quinta e sexta-feira (13 e 14 de maio), no I Encontro Estadual do Programa Mais Educação da Bahia, que acontece das 8h30 às 18h, no Auditório Mansão do Caminho, em Salvador. O objetivo é discutir e socializar as diferentes concepções e possibilidades de educação em tempo integral.

Por meio do programa Mais Educação, presente em 411 escolas da rede estadual, o total de 662 mil estudantes dos ensinos médio e fundamental passam mais tempo na escola, aprendendo de forma lúdica e prazerosa. São oferecidas 58 opções de oficinas no turno diferente ao que estudam.

As atividades contemplam as áreas do acompanhamento pedagógico, meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, prevenção e promoção da saúde, educomunicação, educação científica e educação econômica. Cada escola oferece seis atividades, escolhidas de acordo com a sua realidade. A partir daí, os alunos têm a liberdade de optar pela que mais se identifica.

O I Encontro Estadual do Programa Mais Educação da Bahia é promovido numa parceria entre a Secretaria da Educação do Estado da Bahia, o Ministério da Educação (MEC), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Comitê Estadual do Programa Mais Educação.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]