Ministro da Saúde convoca população a aderir à campanha de vacinação

Rio de Janeiro – O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, convocou hoje (07/05/2010) as famílias a aderirem ao Dia D de vacinação contra a influenza A (H1N1) e gripe comum para idosos neste sábado (8). A ideia, segundo ele, é que as pessoas aproveitem a 12ª edição da Campanha Nacional de Vacinação do Idoso Contra a Gripe Comum para tomarem a vacina da influenza A (H1N1) – gripe suína, diante da constatação de que apenas 10 dos 27 estados da federação atingiram a meta de vacinar 80% de cada grupo.

A campanha de vacinação contra a nova gripe, que terminaria neste sábado (8) para doentes crônicos, crianças de 6 meses a 2 anos, gestantes e jovens de 20 a 29 anos, foi prorrogada até o dia 21 de maio nos estados que não conseguiram atingir a meta.

Temporão atribuiu a baixa adesão às dúvidas e desconfianças geradas sobre a eficácia da vacina, mas se mostrou otimista de que o Dia D, neste sábado, vai atrair milhares de pessoas aos postos, que funcionarão das 8h às 17h.

O Rio de Janeiro foi um dos estados com índices mais baixos de vacinação entre gestantes e jovens de 20 a 29 anos de idade.

“No Rio de Janeiro tivemos aquela tragédia das chuvas, que atrapalhou muito. Tivemos também duas semanas com feriados prolongados. Teve uma semana que tivemos quatro dias sem atividades e isso evidentemente comprometeu. Mas o estado e o município estão mobilizados e nós vamos prorrogar a vacinação no Rio de Janeiro e também em outros estados que tiveram problemas semelhantes ou de outra natureza, para atingir a meta que nós queremos, que é proteger a população brasileira contra esta nova doença”, enfatizou.

A partir da próxima segunda-feira (10), a vacina contra a influenza A (H1N1) – gripe suína estará disponível para adultos de 30 a 39 anos. A expectativa do ministério é vacinar 30 milhões de pessoas nessa faixa etária.

Temporão informou que até agora foram aplicadas no país 47,5 milhões de doses contra a nova gripe, o que representa mais de 15% das doses da vacina aplicadas em todo o mundo. “Vamos dar uma acelerada e no final destes dois meses e meio de campanha chegaremos a 90 milhões de brasileiros vacinados, deixando o Brasil como o país com a maior cobertura contra este vírus”, reiterou o ministro.

Ele lembrou que a escolha dos grupos a serem vacinados (trabalhadores da área de saúde, gestantes, doentes crônicos e indígenas aldeados) foi uma determinação da Organização Mundial de Saúde (OMS) e que o acréscimo das crianças de seis meses a dois anos e de jovens de 20 a 39 anos foi feito no Brasil com base nos altos índices de registro da doença nestes grupos.

Este ano, o Ministério da Saúde registrou 50 mortes pela influenza A (H1N1) – gripe suína e 361 internações. Um em cada cinco doentes eram mulheres grávidas

A campanha de vacinação do idoso contra a gripe comum lançada hoje (7) segue até o dia 21 de maio nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Nas regiões Norte e Sul, a campanha começou no dia 24 de abril e termina neste fim de semana.

Segundo o Ministério da Saúde, a divisão do calendário ocorreu devido a um atraso na entrega das vacinas pelo Instituto Butantan.

*Com informações da Agência Brasil

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]