Licitação da merenda escolar atrai interesse de 71 empresas. Confira estas e outras notícias da Prefeitura de Feira de Santana

Licitação desperta interesse de 71 empresas

A licitação pública, na modalidade pregão presencial, para fornecimento de merenda escolar da rede municipal de Feira de Santana, despertou interesse de 71 empresas distribuidoras de gêneros alimentícios, que baixaram o edital via internet. Dividido em três lotes de produtos, o certame será mantido para a próxima sexta-feira (07/05/2010), a partir das 9hs, no Salão de Licitações da Prefeitura, na avenida Sampaio, centro da cidade, já que uma única concorrente que apresentou pedido de impugnação do processo licitatório não apresentou a documentação necessária.
O presidente da Comissão Permanente de Licitação, João Urias Barros, explica que a alegação da empresa J. L. Comercial de Alimentos, de Riachão do Jacuípe, para a impugnação da licitação é improcedente. “Só esta empresa alega que não existe biscoito de 45g. Mas nenhuma distribuidora se apega a um só tipo de alimento, o que se reflete no fato de que num universo de 71 empresas interessadas na licitação, somente ela está questionando, o que reflete alguma frustração desta empresa”, observou.

Já o secretário municipal de Educação, José Raimundo Pereira de Azevedo, explica que o volume de 45g da embalagem de biscoito é definido criteriosamente por nutricionista e que os pacotes são fechados visando garantir a higiene. Enquanto isso, a carne de charque, que o mercado oferece de dois tipos (dianteira e traseira), foi optada pela primeira em função de ser mais macia e menos gordurosa. “Qualquer consumidor que puder optar certamente escolherá a melhor para seus filhos. Foi isto que fizemos”, ressaltou.

A licitação foi dividida em três lotes visando a aquisição de 19 gêneros alimentícios do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). No lote um estão arroz, achocolatado, biscoito de leite vitaminado, biscoito doce tipo rosquinha de côco, carne bovina desidratada tipo charque, macarrão parafuso tipo sêmola, óleo de soja, suco em caixinha sabor caju, suco de caixinha sabor goiaba, suco em caixinha sabor maracujá e suco em caixinha sabor uva.

No segundo lote estão carne bovina ao molho, carne bovina moída in natura, carne de frango e frango inteiro in natura. Já no terceiro lote estão iogurtes nos sabores ameixa, graviola, morango e salada de frutas. O prazo de validade da proposta é de 60 dias, sendo que o prazo de entrega do objeto é de 12 meses. E a marca, bem como o prazo de validade do bem ofertado deverá, obrigatoriamente, serem informados na proposta.

72 toneladas de sementes distribuídas

Após chegada e avaliação do primeiro lote de 72 toneladas de sementes adquiridas pela Prefeitura de Feira de Santana para fortalecimento da agricultura familiar, o meio de distribuição entre os pequenos agricultores foi definido em reunião na manhã desta quarta-feira (5).
A princípio serão beneficiados os produtores rurais que já tiveram as terras preparadas para o plantio e posteriormente os demais recebem as sementes do segundo lote de 66 toneladas de milho e feijão. Dentro dos processos legais licitatórios, a nova quantidade de grãos deve chegar a Feira de Santana até o dia 22 de maio.

Assim como as sementes, o preparo do solo também é disponibilizado pela Prefeitura, através do fornecimento de 19 mil horas de trator. Deste total, cada produtor recebe até 2h30 de aragem, a depender da sua necessidade.

A ordem de distribuição das sementes foi tomada em consenso entre o prefeito Tarcízio Pimenta, secretário de Agricultura, Ozeny Moraes, presidente do Sindicado de Trabalhadores Rurais Conceição Borges e representantes da Associação Comunitária dos Floristas de Feira de Santana Francisco de Jesus, da Associação dos Pequenos Agricultores do Município Antônia de Jesus, da Empresa Bahiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) Juliana Firmino e do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea) Joedilson Freitas.

Das 72 toneladas de sementes em posse do Município, 48 são de feijão e 24 de milho e a partir desta quarta-feira já começam a serem distribuídas pela Secretaria de Agricultura para as associações das comunidade pertencentes aos oito distritos.

Os representantes das associações serão encarregados de distribuir 9,3 quilos de feijão e 2,2 quilos de milho para cada pequeno agricultor cadastrado, sendo que os primeiros distritos a serem beneficiados serão Humildes, Jaiba – onde o foi totalizado o preparo do solo -, Matinha, Tiquaruçu e Maria Quitéria – que terão os serviços concluídos até sexta-feira (6).

Na sequência está Jaguara, Governador João Durval e Bonfim de Feira, onde o preparo do solo será finalizado até dia 15 de maio. O serviço nesses locais não pode ser feito anteriormente pelo excesso de chuvas, impossibilitando o uso das máquinas na terra encharcada.

Intensificada ação de combate à dengue

A Secretaria de Saúde, através da Divisão de Vigilância Epidemiológica está intensificando as ações em Feira de Santana visando o combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue. Na segunda-feira (10), a partir das 14 horas, o Comitê Municipal de Mobilização Contra a Dengue volta a se reunir, no auditório do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), visando avaliar os resultados das medidas preventivas e definir novas estratégias de mobilização da sociedade, apoio vital para o sucesso da campanha.

A preocupação dos agentes de saúde pública aumenta em função do período chuvoso, época propícia para a proliferação do mosquito transmissor da dengue. Em local seco, os ovos do mosquito chegam a sobreviver por um período de até 450 dias, ou seja, cerca de 1 ano e dois meses. Mas, em contato com água limpa e parada, vem a eclodir.

Com um ciclo de vida adulto entre 30 a 35 dias, um único mosquito fêmea põe ovos de quatro a seis vezes durante sua vida e, por vez, são cerca de 100 ovos. Por isso, o combate à dengue é uma ação que para ter o sucesso absoluto depende não somente dos órgãos públicos, como a Secretaria de Saúde e a Secretaria de Serviços Públicos e outras instituições, como também da própria população, eliminando qualquer recipiente que venha acumular água parada.

A chefe da Divisão de Vigilância Sanitária, Janice Estrela, alerta a população sobre a necessidade das pessoas se manterem em alerta, principalmente em função do período das chuvas. “As pessoas devem ficar atentas também ao acúmulo de água em suas residências, a exemplo de reservatórios de água destampados, reservatórios que aparam água da geladeira ou bebedouros, vasos, garrafas e muitos outros”, explica.

Na manhã desta quarta-feira (5) o secretário de Saúde, Rafael Pinto Cordeiro, participou de entrevista em programa da Rádio Subaé, onde reforçou a necessidade de redobrar os cuidados com a dengue. “Agora, estamos com índices bem confortáveis. Mas isso não quer dizer que não devemos tomar cuidados. É necessária a união do Poder Público e da comunidade”, alerta.

Nos primeiros quatro meses deste ano, o combate ao mosquito aedes aegypti resultou na redução drástica dos números de casos de dengue em Feira de Santana. Enquanto no ano passado, no período de janeiro a abril, foram registrados 2.797 casos, este ano foram registrados 136 casos no mesmo período.

Em 2009 foram computados 2.688 casos de dengue clássica, 89 casos de dengue com complicação, 19 com febre hemorrágica e mais um caso de síndrome de choque da dengue. Já este ano, dos 136 casos, 121 foram de dengue clássica, 12 de dengue com complicação e mais três de dengue hemorrágica. Também em 2009 foram notificados 4.33 suspeitas enquanto este ano foram 710 suspeitas notificadas no mesmo período de janeiro a abril.

Vacinação do idoso contra gripe

A Secretaria de Saúde, através da Divisão de Vigilância Epidemiológica e da Rede Frios, está ultimando os preparativos para a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso, que começa no próximo sábado (8) e vai até o dia 21 deste mês. Em Feira de Santana, a previsão é que 50 mil pessoas sejam imunizadas contra o vírus causador da gripe (influenza sazonal).

Aproximadamente 500 profissionais de saúde serão disponibilizados no sábado para oferecer a vacina não apenas nos 84 postos do Programa Saúde da Família (PSF) e 16 postos de Unidade Básica de Saúde (UBS), bem como no Boulevard Shopping e no GBarbosa, localizado na rua Marechal Deodoro da Fonseca, no centro comercial de Feira de Santana.

A previsão é que pelo menos 80 por cento da população idosa – 60 anos ou mais – sejam beneficiadas. A ação tem como objetivo reduzir os óbitos e as internações causadas pela gripe e suas conseqüências. “É uma medida de prevenção muito importante. É prática, simples, de fácil realização e com grande impacto para a saúde da população. Vá a um posto e tome a vacina e se proteja.”, orienta a chefe da Divisão, Janice Estrela.

Em 15 dias, a vacina consegue produzir anticorpos no organismo e o idoso fica protegido por um ano. A vacina estará disponível gratuitamente nos postos de saúde, que abrirão excepcionalmente no sábado, das 8 às 17 horas. Segundo Janice Estrela a única ressalva é para as pessoas que são alérgica a ovo.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]