Edital Caminhos das Águas é lançado no Palácio da Aclamação

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult) e o Instituto de Gestão das Águas e Clima (Ingá) promoveram, na última quinta-feira (29/05/2010), no auditório do Conselho Estadual de Cultura, Palácio da Aclamação, em Salvador, o lançamento do edital Caminhos das Águas, que concederá apoio no valor de R$ 110 mil para 11 propostas de educação ambiental inscritas por Pontos de Cultura da Bahia de natureza privada conveniados com a Secult ou com o Ministério da Cultura (MinC).
As propostas apresentadas podem ter o valor máximo de R$ 10 mil, cada. O período de inscrição é de 29 de abril a 29 de maio de 2010, com a entrega de documentos e o preenchimento de formulários disponíveis no site daSecult.

Mais informações são fornecidas nos telefones (71) 3116-4077 e 3117-4035. A seleção das propostas será realizada em duas etapas, a primeira com análise de projetos e a segunda com a avaliação técnica. A análise de documentos será realizada por comissão de análise documental composta por representantes da Secult e do Ingá. Já para a avaliação técnica, a comissão terá também um representante da sociedade civil, além de representantes da Secult e do Ingá.

O edital seleciona projetos inscritos por Pontos de Cultura que tenham por objetivo conceber, implantar e apoiar a disseminação de informações, estudos e/ou práticas referentes à compatibilização do uso da água com os objetivos estratégicos da promoção social, do desenvolvimento regional e da sustentabilidade ambiental.

Para o diretor-geral do Ingá, Wanderley Rosa Matos, esta é mais uma confirmação da positiva parceria realizada com a Secult. “A inciativa possibilita que os pontos de cultura possam pensar a água como papel fundamental também na cultura. Nada mais justo que os Pontos de Cultura promovam um novo olhar sobre a importância das águas. E o Ingá se torna parceiro da Secult, mais uma vez” disse Matos.

O evento foi destacado pelo secretário de Cultura, Márcio Meirelles, que parabenizou as equipes envolvidas na organização por promoverem mais uma ação conjunta com o Ingá. “A relação do homem com o seu meio ambiente é e produz cultura, e com essa parceria poderemos consolidar e fortalecer ainda mais os Pontos de Cultura”. Meirelles enfatizou, ainda, a parceria entre governo e sociedade. “Com os Pontos de Cultura, promovemos políticas públicas que só podem ser implementadas com a participação efetiva da sociedade civil”.

Encontros, seminários, fóruns, oficinas e seus respectivos produtos com vistas à valorização de fontes e nascentes, à sustentabilidade e mobilização socioambiental e à melhoria da qualidade de vida são alguns dos focos de educação ambiental que os projetos inscritos devem promover.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]