Confira as notícias da PMFS: MP avalia ações contra a dengue, Técnicas manipulação de sementes e Campanha de vacinação para idosos

MP avalia como positivas ações contra a dengue

As ações empreendidas pela Divisão de Vigilância Epidemiológica e parceiros no combate à dengue, em Feira de Santana, são avaliadas pelo Ministério Público (MP) como positivas. A avaliação foi feita pela promotora de Justiça, Luciélia Silva Araújo Lopes, durante a reunião realizada pelo Comitê Gestor de Mobilização de Combate à Dengue na tarde desta segunda-feira (10/05/2010), no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

A promotora, que atua na área de saúde e integra o Comitê, propôs que mais folders informativos sejam disponibilizados pela SMS para estarem à disposição dos cidadãos que freqüentam o Ministério Público.

“O trabalho de orientação é importante, e tudo que permita informar cada vez mais o cidadão é válido”, disse Luciélia, acrescentando que “o Ministério Público visa ingressar com ações para obter provimento a favor dos agentes de endemias, que muitas vezes encontram dificuldades para ter acesso aos imóveis”.

Dados referentes à dengue, como casos notificados no período de janeiro a abril e bairros que apresentam maiores índices de infestação predial, foram revelados na reunião pela técnica da Vigilância Epidemiológica, Maricélia Maia Lima, para mostrar que mesmo não enfrentando um quadro epidêmico, é necessária a manutenção permanente das ações de combate.

A chefe da Divisão da Vigilância Epidemiológica, Janice Estrela, observou que o propósito do Comitê é unir forças, para que juntos todos façam a sua parte, mobilizando um maior número possível de pessoas.

“Cada representante é um forte parceiro, apto a desenvolver distintas ações dentro do próprio órgão e fora dele”, ressaltou, agradecendo o apoio de todos os parceiros, que apresentaram medidas preventivas e novas estratégias para mobilizar.

Para o secretário de Saúde, Rafael Cordeiro, as reuniões do Comitê são importantes e devem acontecer mensalmente. “Todas as ações discutidas nesses encontros são válidas, pois podem resultar na adoção de novas medidas”, frisou.

O Comitê Gestor de Mobilização de Combate à Dengue é formado por representantes das Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Serviços Públicos e Meio Ambiente e Recursos Naturais. Integram ainda o Comitê representantes do Corpo de Bombeiros, Embasa, 35º Batalhão de Infantaria, Arquidiocese e Universidade Estadual de Feira de Santana. A próxima reunião está prevista para acontecer no dia 09 de junho, no auditório da SMS.

Técnicas para bancos de sementes

Os pequenos agricultores dos oito distritos feirenses estão aprendendo a formar bancos de semente, visando garantir a independência para o plantio de suas safras em qualquer período que achar ideal. Palestras neste sentido estão sendo ministradas para presidentes de associações comunitárias rurais, através de parceria entre a Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri) e a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA).

A palestra está sendo realizada pela subgerente da EBDA em Feira de Santana, a engenheira agrônoma Juliana Firmino, desde esta segunda-feira (10) até o próximo dia 19, uma quarta-feira, na Sala de Imprensa Arnold Silva, no Centro de Atendimento ao Feirense (Ceaf). O primeiro grupo a receber as orientações foi formado por 13 presidentes de associações comunitárias de Jaiba, distrito escolhido em função de ter sido o primeiro a ter as terras aradas e também a receber as sementes doadas pela Prefeitura.

O evento prossegue nesta terça-feira (11) à tarde, com os representantes das associações de Humildes. Já na quarta-feira (12) será a vez do distrito de Matinha, seguido pelo distrito de Tiquaruçu (quinta-feira), Maria Quitéria (sexta-feira), Jaguara (segunda-feira), Bonfim de Feira (terça-feira) e Ipuaçu (quarta-feira), todos a partir das 9hs.

O secretário municipal de Agricultura, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Rural, Ozeny Moraes, explica que a iniciativa visa orientar os pequenos agricultores sobre como obter e armazenar em pequenas propriedades rurais as sementes de milho e feijão. “Além de orientarmos sobre os procedimentos e técnicas, também estamos distribuindo folders explicativos, que podem ser consultados para orientação detalhada de todo o processo de produção de sementes selecionadas para plantios”, ressaltou.

A engenheira agrônoma Juliana Firmino observou que as sementes devem ser selecionadas nas roças, seguindo alguns passos. “No caso do milho, escolher as plantas do mesmo tipo e da mesma altura (medianas); escolher plantas vigorosas; não escolher as plantas que estejam com insetos e/ou doenças; escolher as plantas que apresentam duas ou mais espigas; nas plantas selecionadas devem ser separadas as espigas grandes, bem formadas e cheias de sementes; devem ser retiradas as sementes da parte central da espiga onde se encontram do mesmo tamanho, o que garantirá a formação de plantas uniformes”, frisou.

Já no caso de sementes de feijão, a escolha deve levar em consideração as plantas que se encontram nas melhores manchas de solo, do mesmo tipo e da mesma altura (medianas); escolher plantas vigorosas e que possuam a maior quantidade de vagens; não escolher as plantas que estejam com insetos e/ou doenças; nas plantas selecionadas, deve-se separar as vagens grandes, bem formadas e cheias de grãos; essas vagens não devem ter contato com o solo; com as vagens selecionadas, as sementes devem ser escolhidas manualmente eliminando as que possuírem características anormais, mofadas, quebradas, com manchas de doenças, danificadas por insetos, coloração diferente, pequenas e já germinadas.

Também orientou sobre a colheita, secagem, armazenamento, técnicas de armazenamento e recipientes a serem utilizados. Maiores informações, os interessados também podem obter através do telefone (75) 3623-4198 (EBDA) ou 3602-4569/3602-4546 (Secretaria de Agricultura, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Rural).

Vacinação para idoso até 21 de maio

Mais de 5.700 pessoas foram imunizadas nas unidades de saúde em Feira de Santana no último sábado (08), primeiro dia da Campanha Nacional de Vacinação do Idoso contra o vírus causador da gripe (influenza sazonal). Os dados foram levantados pela Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde.

Conforme a chefe do setor, Janice Estrela, a equipe da Rede Municipal de Saúde está trabalhando para que o número de pessoas imunizadas seja crescente. “Os agentes comunitários de saúde estão incentivando a vacinação nos bairros em que atuam para que todas as pessoas com idade igual ou superior a 60 anos possam ser imunizadas”, explica.

Ainda segundo a coordenadora, a campanha visa reduzir o número de hospitalizações e óbitos decorrentes das complicações causadas por doenças respiratórias.

A meta é vacinar os 47 mil idosos moradores de Feira de Santana até o dia 21 de maio, quando será encerrada a campanha.

De acordo com o secretário de saúde, Rafael Pinto Cordeiro, para atingir a meta da vacinação e dar comodidade aos idosos acamados, algumas pessoas serão vacinadas em casa.

“Temos estratégias para atingir a meta com maior facilidade. Os idosos acamados, por exemplo, estão sendo identificados pelos agentes comunitários de saúde para que a equipe de imunização vá até eles”, declara.

Além de serem vacinados contra a gripe comum, os idosos com doenças crônicas como diabetes também receberam a vacina contra a influenza H1N1. Neste primeiro dia de vacinação contra a gripe comum, a Divisão de Vigilância Epidemiológica registrou a aplicação de 2.613 vacinas contra a gripe H1N1.

As vacinas estão sendo aplicadas nos 84 postos do Programa de Saúde da Família (PSF) e nas 16 Unidades Básicas de Saúde (UBS) pertencentes à Rede Municipal.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]