Melhoria da economia pode levar ao aumento da avaliação do Brasil no exterior, disse Meirelles

O fato de a economia brasileira estar agora “melhor do que quando começou a crise financeira” internacional poderá motivar a melhora da classificação do país, pelas agências internacionais que avaliam o “rating” dos países, segundo prevê o presidente do Banco Central Henrique Meireles. Ele participou de audiência na Comissão de Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara dos Deputados que analisa a dívida pública.

As agências de classificação de risco avaliam o endividamento e a capacidade de pagamento de países e de empresas no mercado internacional. Quanto melhor a nota dada pela agência, menor a taxa de juros exigida pelos investidores internacionais. A melhoria da avaliação indica também mais espaço para o Brasil baixar os juros no mercado interno.

Meireles disse que a trajetória da inflação deverá ser analisada na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do final deste mês, quando se decidirá a nova taxa básica de juros da economia (hoje em 8,75% ao ano). Analistas econômicos esperam que haja um aumento da taxa neste mês, em vista dos índices de inflação mais elevados no começo deste ano.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]