Discussão das diretrizes para defesa agropecuária segue até quinta

As diretrizes para a defesa agropecuária no estado estão sendo discutidas até a próxima quinta-feira (15/04/2010), em Ilhéus. Diretores da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), coordenadores regionais e gerentes técnicos estabelecerão as metas para 2010 nas áreas animal, vegetal e de inspeção de produtos de origem agropecuária.

A abertura da reunião de trabalho contou com a presença do secretário da Agricultura da Bahia, Eduardo Salles, que ressaltou a importância da Agência para assegurar a qualidade da pecuária baiana. “Esta reunião é o início de uma plataforma para o planejamento estratégico que será implementado pela Seagri, assegurando definitivamente o suporte das ações de defesa a todas as cadeias produtivas envolvidas na agropecuária baiana”.

No primeiro dia do encontro, os mais de 100 participantes receberam informações sobre o Programa Bahia Protegida, envolvendo a reestruturação dos postos fixos e móveis de fiscalização do trânsito de animais e vegetais, além da modernização da defesa agropecuária no estado, com a implantação do sistema de monitoramento via satélite (Adabsat).

Outro aspecto relevante apresentado foi a ampliação do sistema de defesa agropecuária (Sidagro), com o cadastramento de 205 mil propriedades das 264 mil existentes na Bahia. A expectativa é de que até o final do mês de maio, todas as propriedades estejam devidamente cadastradas no sistema da Adab, facilitando as ações de vigilância ativa no estado.

Nesta terça-feira (14) foram discutidos aspectos administrativos das ações de defesa, voltados para o planejamento, a execução e o controle das atividades. Os participantes receberam ainda o material de trabalho para a Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa, a ser iniciada no dia 1º de maio em todo o estado. Na segunda etapa da Campanha, em 2009, o esforço em conjunto entre produtores e Governo do Estado resultou no índice recorde de vacinação dos animais, com a imunização de 97% do rebanho, estimado em 10,3 milhões de cabeças.

“É tempo de integrar as ações da pesquisa, defesa e extensão, estabelecendo um novo modelo para a defesa agropecuária na Bahia. Só assim daremos um salto qualitativo e quantitativo no segmento, oferecendo para os criadores as condições necessárias ao desenvolvimento ao setor e para o público consumidor um produto saudável na mesa”, disse o diretor da Adab, Cássio Peixoto.

Além de aspectos técnicos e administrativos, a reunião abordou, na área de defesa vegetal, as estratégias para definir o Vale do Rio Brumado como Área de Baixa Prevalência para Moscas-das-Frutas e a revitalização da cultura do algodão. O projeto de descentralização do abate e a adesão da Bahia ao Sistema Brasileiro de Inspeção (Sisbi) também foram apresentados aos participantes do evento.

 

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]