Ações culturais se destacam em evento das Nações Unidas

Durante o 12º Congresso da ONU sobre Prevenção ao Crime e Justiça Criminal, que segue até o dia 19 no Centro de Convenções, os participantes usufruem de uma série de atividades da programação cultural preparada especialmente para o evento, incluindo pinturas e fotografias de artistas representativos para a cena baiana, mostra documental e shows musicais.

“É muito importante ter um espaço de cultura em um congresso de criminologia. As ações culturais preenchem o ambiente de forma mais leve em um evento com um tema tão pesado”, explicou o professor de criminologia da Monash University Australia, Robert Peacock.

O espaço de cultura mencionado pelo professor são as exposições de artes visuais de artistas baianos, com quadros, fotografias, instalação do artista Joãozito sobre os Pontos de Cultura, e documentário de Walter Salles sobre a ex-presidiária baiana Socorro Nobre.

“Achei muito criativo a instalação reflexiva dos Pontos de Cultura e as fotografias da exposição. Elas são lindas. O documentário eu ainda não vi, mas vou até lá”, afirmou o professor Peacock, que ministra aulas no campus da Monash University, na África do Sul.

A mostra visual conta com 34 imagens de 16 artistas e fotógrafos reconhecidos na Bahia com obras inconfundíveis como Márcio Lima, Mário Cravo Neto, Almandrade, Caetano Dias, Gaio Matos, Ieda Oliveira, Zau Pimentel, entre outros. A mostra fica no foyer de acesso às salas das plenárias e reflete a produção contemporânea da Bahia.

Na segunda feira (12), os participantes assistiram ao show do cantor e compositor Carlinhos Brown realizado no Museu du Ritmo. O músico trouxe para cena, o Balé Folclórico da Bahia, a Banda Didá, o grupo cultural Zambiapunga e diversos outros grupos de Cultura Popular.

“Fiquei encantada. O show foi fantástico e muito sofisticado”, disse a congressista especialista em criminologia do Zimbabwe, Marangwanda J.K. “No final, dançamos na chuva, o que não atrapalhou a linda festa”, enfatizou a congressista Baleni Mpho, da África do Sul.

Quem também ficou empolgado com a apresentação foi o chefe da polícia de Angola, Eduardo Cerqueira. “Aquele show foi fora do normal. Ele (Carlinhos Brown) move com tudo. Fez uma mistura espetacular com ritmos da América Latina e com tradicionais e inconfundíveis ritmos africanos”.

Quando perguntada sobre o show, Denise Tomashi, da Reforma Nacional de Justiça Criminal do Estado de Nova Iorque, abriu um enorme sorriso. “Aquilo foi lindo. Eu nunca havia ido para um show como aquele. Foi incrível.” “Singin’ in the Rain! Singin’ in the Rain”, disse Denise em referência ao clássico filme musical de 1951, “Cantando na Chuva”, dos diretores Gene Kelly e Stanley Donen.

A escolha pela participação do músico foi uma solicitação do Comitê organizador do Congresso, por sua trajetória de ativismo social. O Brown já ganhou vários prêmios, a exemplos do “12 Meses 12 Causas Telecinco” (Espanha (2007), Certificado de “Best Practice” (Melhores Práticas) do Programa de Assentamentos Humanos das Nações Unidas/UN-Habitat (2002), Prince Claus Awards (Holanda 2003), o Prêmio CNN-TIME (1999).

Show de Daniela reabre Teatro Iemanjá

O público poderá conferir ainda uma apresentação exclusiva, na próxima sexta-feira (16), da embaixadora da Unicef por 11 anos, Daniela Mercury. A artista trará como convidado, a Orquestra Dois de Julho do programa Neojibá. O show marcará a reabertura do Teatro Iemanjá, no Centro de Convenções.

“É muito importante que o governo assuma projetos de cultura para crianças de baixa renda, para que eles possam se tornar artistas. Isso é fantástico. Estou muito ansiosa para ver o trabalho realizado pela secretaria”, afirmou a especialista Denise Tomashi.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]