Salvador: Carlos Pitta puxa bloco para deficientes físicos e homenageia os 25 anos do Axé

Autor de muitos sucessos dos carnavais soteropolitanos, como as canções “Menino do Calabar”, “Vou Trocar meu Colar por um Beijo”, “Cometa Mambembe” e “Bênção”, o cantor e compositor Carlos Pitta sobe ao trio este ano durante três dias da festa, com um projeto novo, voltado para deficientes físicos, além de uma homenagem aos 25 anos do Axé e à colega Sarajane, um dos ícones do axé music. Pitta conta com o apoio da Secretaria de Turismo do Estado (Setur) no desenvolvimento dos projetos.

O bloco “Me Deixa à Vontade”, com 18 anos de fundação e dedicado a deficientes físicos, criado pela ABADEF (Associação Baiana de Deficientes Físicos), será o palco de Carlos Pitta em 2010. “Eles são ótimos, vão pra avenida levando muita alegria, muita descontração! Para mim, como artista, é uma sensação diferenciada!”, diz o cantor.

A Setur apóia a saída do bloco. Carlos Pitta ressalta a existência de 10% de deficientes físicos na população brasileira. Para ele, é indispensável que essas pessoas tenham direito ao divertimento e a curtir a festa.

O repertório, durante a folia, será diversificado. “Vamos com frevo, samba-reggae, forró. Eu sempre saí com trio independente, sempre saí no carnaval, mas é a segunda vez com esse bloco”, diz. O “Trio do Frevo”, projeto criado há 15 anos por Pitta, é exemplo dos sucessos do baiano, que surgiu a partir da música “Cometa Mambembe”, em parceria com Edmundo Carôso.

Axé 25 – O cantor, junto com os Alquimistas da Tribo, grupo do qual faz parte junto com Lui Muritiba, Val Macambira, Sarajane e o Grupo Jota – que faz forró em Paris – vem também com o projeto Axé 25, que homenageia os 25 anos da axé music, além de fazer uma homenagem especial também à amiga Sarajane, a primeira grande musa do estilo musical que tomou conta da Bahia.

Pitta garante que está animado para a festa. Na sexta-feira (12) e no sábado (13), sai do circuito Osmar, a partir das 17h, com o bloco “Me Deixa à Vontade”. Na segunda (15), é a vez do circuito Dodô, às 21h30, com os Alquimistas da Tribo. “Minha tônica é essa! É tocar pra ver as pessoas dançarem! A tônica dos Alquimistas é uma saudável mistura dentro de uma grande loucura!”, completa.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]