Polícia Militar inicia formação de 2.227 novos soldados que vão reforçar o policiamento ostensivo no Estado

Até junho de 2010, mais 2.227 PMs vão reforçar o policiamento ostensivo em todo o estado. Eles iniciaram nesta terça-feira (29/12/2009) o Curso de Formação de Soldados (CFS), que é a preparação para a atividade nas ruas. A aula inaugural teve a presença do governador Jaques Wagner, do secretário estadual da Segurança Pública, César Nunes, do secretário estadual da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Nelson Pellegrino, e do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Nilton Mascarenhas.

Com essa nova turma, a PM baiana terá colocado nas ruas mais de 5.500 policiais em dois anos. “A Polícia Militar dá a sensação de segurança porque é a polícia presencial, e por isso vamos recompor o efetivo. Esta é a segunda turma. Nesta etapa, estamos com 2.227 alunos e outros ainda podem ser convocados. A ideia é chegar a 3.200”, disse o governador.

Segundo o comandante-geral da PM, mais da metade dos novos policiais é de universitários. Em junho eles iniciam o estágio supervisionado, que é a última etapa da formação, com duração de nove meses. Antes, vão receber aulas de técnica e tática policial militar, direitos humanos, sociologia e legislação.

“Esta turma tem um nível intelectual acima do normal. Esperamos que eles sejam leais, comprometidos com a segurança pública e que utilizem somente a legalidade em suas ações”, destacou Mascarenhas.

Além da contratação de policiais, o governo estadual já adquiriu 540 viaturas, 5.600 coletes a prova de bala e novos armamentos. Uma licitação para a compra de veículos já foi realizada e quando estiver concluída serão mais 600 novas viaturas nas ruas. “Estamos investindo em tecnologia e na qualificação do efetivo, e os resultados já começam a aparecer”, afirmou o secretário da Segurança Pública.

Este ano, os números mostram uma redução da violência no estado. Os homicídios caíram 11%, os roubos a ônibus 13,5% e os furtos de veículos 14,6%. “Temos feito uma recuperação substantiva de armamentos, coletes e munição. E vamos continuar fazendo, à medida que apareça a necessidade e dentro do planejamento orçamentário, para que a polícia ofereça uma segurança à altura do povo da Bahia”, disse Wagner.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]