Jovens rurais negociam propostas com representantes do poder público municipal e comemoram Dia da Consciência Negra

Vereadora Leninha (PT-Valente) discutiu as emendas ao PPA e à LOA.

Jovens rurais reuniram-se para negociar políticas setoriais de juventude com os representantes do poder público local. Foi esse o objetivo principal do I Seminário da Consciência Negra de Valente – um espaço igual para todas as diferenças, apoiado pela Coordenadoria Ecumênica de Serviços (CESE) e realizado hoje (20) no salão de reuniões do Sindicato de Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares (Straf).

O evento foi organizado pelo Coletivo Municipal de Jovens Rurais de Valente (CMJRV) em parceria com a Secretaria de Jovens do Straf (SJ/Straf) e contou com as presenças da diretora da Fundação Apaeb, professora Rita Rios; do presidente do Straf, Claudionor Aquino; da diretora da APAEB, Sonildes Cunha; da vereadora Leninha (PT de Valente); das secretarias municipais de Educação (Maura Miranda), Ação Social (Gabriela) e Esporte e Cultura (Leonia).

Na mesa que debateu as políticas públicas setoriais de juventude, foi negociado com os representantes do poder público entre outras propostas: a implantação de cursinho pré-vestibular e bibliotecas comunitárias; a criação de torneio esportivo – pra várias modalidades; implantação de programas de prevenção às DST’s e gravidez na adolescência; oferta de curso de qualificação técnico-profissional para geração de trabalho e renda; posse na segunda semana de janeiro de 2010 dos conselheiros eleitos para o Conselho Municipal de Juventude (CMJ).

Para a coordenadora do CMJRV, Juvanda Gomes, foi importante as representações das secretarias municipais, “porque debateram diretamente com os jovens das comunidades as reais demandas e houve a negociação das principais demandas de educação, saúde, geração de trabalho e renda, além de participação política no conselho de juventude”.

Outra mesa tratou de duas experiências de trabalho com jovens: a) o projeto Juventude e Cidadania no Sertão da Bahia, parceria Movimento de Organização Comunitária (MOC), CIT e Coletivo Regional Juventude e Participação Social (CRJPS) que envolve jovens rurais de vários municípios do semiárido baiano -Laelma Santos; b) o projeto de assistência técnica Braúna uma parceria entre a FATRES e os sindicatos rurais – Josiclécio Oliveira; c) o projeto Participação Juvenil no Orçamento Público Municipal, uma parceria do Coletivo Ação Juvenil de Tucano (COAJ), CRJPS e Brazil Foudation – Antônio Lopes Neto e  Cacilda Santos.

“Acolhi todas as propostas que foram discutidas nas reuniões que fiz com vocês e agora as mesmas – transformadas em emendas no PPA e na LOA – já foram aprovadas. A partir de agora vamos juntos monitorar o processo de execução”, destacou a vereadora Leninha que é presidente da Comissão de Educação, Saúde, Obras e Serviços Públicos.

“Refletimos com os jovens a história de resistência e luta política que foi iniciada com a formação dos quilombos por Zumbi de Palmares (morto em 1695), continuada pelos negros abolicionista em finais do século XIX e tendo continuidade com Movimento Negro Unificado (MNU) cujo debate em 1978 foi estratégico na definição do 20 de novembro- Dia da Consciência Negra no Brasil .Também fizemos um resgate das políticas públicas afirmativas  dos governos Lula e Wagner”, assinalou o professor Clodoaldo Paixão.

 *Com informações da Assessoria do mandato da vereadora Leninha-PT de Valente

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Juarez Duarte Bomfim
Baiano de Salvador, Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Tem trabalhos publicados no campo da Sociologia, Ciência Política, Teoria das Organizações e Geografia Humana. Diversas outras publicações também sobre religiosidade e espiritualidade. Suas aventuras poético-literárias são divulgadas no Blog abrigado no Jornal Grande Bahia. E-mail para contato: [email protected]