Ronaldo ao condenar o fisiologismo político dá um tiro no próprio pé

José Ronaldo de Carvalho.

José Ronaldo de Carvalho.

Em artigo redigido por José Ronaldo, tendo como título “Bahia: Um cargo pelo voto  postado em seu blog  o ex-prefeito procura traçar o perfil do fisiologismo na política baiana, dando ao mesmo uma conotação pejorativa ao tentar incluir tal prática como se esta tivesse origem no atual governo. Ninguém mais do que ele e sua agremiação  política praticou com tanta eficiência  o fisiologismo político na Bahia, o que  lhe permitiu se manter no poder por longo anos.

Todo o processo era capitaneado pelo super Sherife baiano, Antonio Carlos Magalhães, que os mantinham sob ordem unida. O que lhe permitia exercer um forte controle sobre os seus cortesãos palacianos do qual Ronaldo era, e continua sendo um dos membros efetivos. O Controle exercido com mão de ferro pelo senador só se extingui após a sua morte. Atualmente o ex-prefeito feirense acata o comando de seu novo senhor, Paulo Souto.

Com relação ao fato de acusar o governo de Wagner de praticar sem nenhum pudor barganhas ao promover a troca de secretarias e outros cargos. Ele argumenta como se tudo isso lhe fosse estranho, na realidade o que  prega com esse discurso é a manjada  inversão do óbvio. Ao longo de “seu” artigo, ele nos brinda com a seguinte citação: “o povo não quer fisiologismo, quer compromisso com a Bahia”. Será que, em algum momento, ele tem a pretensão juntamente com sua patota de se considerarem os ungidos para exercer tão importante tarefa política.

Toda esta pantomima não passa de uma tentativa canhestro de procurar subestimar a capacidade crítica e a inteligência dos baianos.  “Governar com fisiologismo é governar com a incompetência, é deixar a Bahia refém da inoperância e do clientelismo político”. Ironicamente o que o senhor acabou de citar foi e continua sendo o raio x do governo exercido por vocês.  O Democratas (ex-PFL), que já foi considerado como o maior partido da América Latina, como também de outras práticas pouco confessáveis,  felizmente ocupa  hoje um espaço que sempre lhe foi devido, modesto, de pouca ou nenhuma expressão  no cenário nacional.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]