Eleições 2008 – Feira de Santana: José Mendonça declara apoio a Sérgio Carneiro para prefeito

Sérgio Carneiro recebe declaração de apoio do empresário José Mendonça.

Sérgio Carneiro recebe declaração de apoio do empresário José Mendonça.

O radialista Joilton Freitas (Programa Rotativo News – Rádio Sociedade AM), reproduziu em seu programa a entrevista concedida pelo empresário e político José Mendonça. Durante a entrevista Mendonça declara que Tarcízio não é confiável e tão pouco competente, disse que estará em Feira de Santana no segundo turno para apoiar o candidato que se encontra, no momento, em terceiro lugar (Sérgio Carneiro). Para Mendonça, Feira de Santana precisa escolher alguém com competência administrativa comprovada e não um bom cirurgião.

Nos bastidores da política comenta-se que caso eleito, Sérgio Carneiro gostaria de contar com José Mendonça em seu secretariado e que em breve seria formulado um convite para que ele, José Mendonça, desse sugestões para a elaboração do programa de governo a ser apresentado a população em horário eleitoral. Lamentavelmente o entrevistador, Dilson Barbosa, um dos melhores profissionais da cidade, não aprofundou a entrevista no momento em que Mendonça apresentava as declarações de maior repercussão política. A opinião de Mendonça possui valor especial, pois o mesmo foi aliado do deputado estadual Tarcízio Pimenta (DEM/BA) e o conhece de perto.

O empresário e prefeito de Ipiaú, José Mendonça, incendiou o cenário que começa a se formar para as próximas eleições municipais disparando críticas incisivas contra o candidato a prefeito pelo Democrata (DEM), Tarcízio Pimenta, afirmando que o parlamentar é um “inconfiável”. Ele, ainda, mandou recados para o prefeito José Ronaldo em entrevista concedida ao radialista Dílson Barbosa, durante o programa Linha Direta com o Povo, veiculado diariamente entre 11 e 13h, pela Rádio Sociedade de Feira de Santana.

Inicialmente, tentou ser ameno quando os assuntos foram futebol e seus artigos os quais escreve semanalmente no Jornal Noite Dia. Mas, quando questionado sobre a política local, Mendonça soltou o verbo e fez questão de dizer: “Tarcísio é um inconfiável”. Segundo o prefeito, “confiança é como amor, tem que ser alimentada”, filosofou.

Bastante à vontade em toda a entrevista, o empresário mandou recados ao prefeito José Ronaldo, o qual intitulou de ‘professor’ e também aos feirenses. “Professor Ronaldo engoliu Tarcízio Pimenta como candidato por força de pesquisas antecipadas”, e alertou: “pesquisa seis meses antes não significa vitória professor Ronaldo, é tolice e tenho exemplos a dar”, alfinetou Mendonça, explicando que foi um erro crucial do prefeito escolher Tarcízio como seu possível sucessor.

Recado – “Feirenses, eu morro de amor e paixão por Feira e vou estar com vocês. O feirense não vai eleger o Tarcízio Pimenta, pois pelo que conheço dele, será um intervalo de decadência”, provocando o radialista e os ouvintes para contestá-lo. “Eu tenho que dizer o que eu sei, ele é um inconfiável e disse a verdade, como gosto de Feira e ele é inconfiável, tenho que dizer a verdade”, mais uma vez atacou.

Campanha – Ele ainda garantiu que no segundo turno participará do pleito na cidade, sendo enfático em declarar que “depois do governo de José Ronaldo não pode ser um Tarcísio Pimenta” e por isso estará no palanque de um candidato que vem crescendo nas pesquisas para “não ver depois de Zé Ronaldo, um Tarcísio perdido aqui, acima de tudo porque ele é um inconfiável”.

Não sabe administrar – José Mendonça foi taxativo em dizer que Tarcízio não sabe administrar. “Ele é até um ‘grande bisturi’, mas uma coisa é administrar esse mundo que é Feira de Santana e outra coisa é cirurgia”. “Nós sentimos quando alguém tem o dom de administrar e ele tem apenas com o bisturi e deve continuar representando Feira na Assembléia”, provocou mais uma vez.

Traição – “Eu saí para uma campanha política gastando muito e apostando em um projeto novo pra Feira e o povo feirense deu a resposta pra ele, não votando; mesmo assim, conversamos sobre um projeto novo pra Feira. Ele simplesmente sumiu e ainda apareceu filiado em outro partido”, disse. “Lá na Assembléia Legislativa ele quis duas vezes levantar a mão pra mim e eu não recebi o cumprimento dele e o feirense não deve querer como prefeito, pois ele é assim, um inconfiável”, desabafou ao final da entrevista citando o candidato do DEM.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]