Brasileira morre em ataque a dirigente da oposição

Brasília – Um dirigente do Movimento Popular Tekojoja, que apóia a candidatura do ex-bispo Fernando Lugo à Presidência do Paraguai, Alfredo Ávalos, sofreu um atentado na última terça-feira (08/04/2008), na cidade de Curuguaty, próxima à fronteira com o Brasil, quando chegava em casa, com a mulher, Silvana Rodrigues, por volta das 19h, horário local.

Segundo informações do candidato a suplente no Senado, Roberto Colman, dois homens em uma moto sem placa chegaram já atirando. Alfredo Ávalos está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a mulher dele, uma brasileira, morreu na hora.

Ávalos é um dos apoderados (dirigentes) da Aliança Patriótica para a Mudança (APC, na sigla em espanhol), de Fernando Lugo, e iria trabalhar na fiscalização das eleições. O candidato ao Senado paraguaio diz que não há informações suficientes para incriminar o partido Colorado, do atual presidente Nicanor Duarte, pela autoria do atentado. No entanto, ele afirma que há muito tempo “é uma tática do partido, criar um clima de tensão e temor próximo às eleições”.

Colman afirma que esta não é a primeira morte de partidários de Fernando Lugo. Ele diz que um companheiro já foi morto a tiros e outros dois foram alvo de balas, mas não chegaram a ser atingidos. Um quarto teria sido seqüestrado por militares. “Os acontecimentos levam a concluir que este não é um fato isolado”, afirma, e complementa que pode ser, sim, uma ação do partido oficial, que este ano está ameaçado de não ganhar as eleições para presidente.

Até a publicação desta matéria, a reportagem não conseguiu resposta do Partido Colorado. O Ministério das Relações Exteriores (MRE) também não tinha informações sobre a morte da brasileira até o último contato feito pela Agência Brasil.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]