Bahia trafega na contramão da história

Conforme nota publicada na Agência do Estado, ela aponta para o fato de que mais de 200 políticos já perderam cargos por prática de infidelidade partidária, em todo o país, desde a resolução adotada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de 30 de outubro de 2007, que entendeu que o cargo eletivo pertence aos partidos e não aos eleitos.

Na contramão da história trafega o Estado da Bahia, que por decisão do Tribunal Regional Eleitoral ( TRE) baiano, resolveu ir de encontro a resolução do TSE por considerá-la inconstitucional e indeferiu todos os pedidos de casacão encaminhados ao órgão. Esta tomada de posição teve como saldo a paralisação de mais de 500 processos.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]