Juiza descumpre prazo e autoriza invasão de apartamento de ACM

Conforme matéria veiculada no blog de Ricardo Noblat, dois oficiais de Justiça, acompanhados por dois capitães da Polícia Militar da Bahia, um tenente, seis soldados e quatro advogados do empresário César Mata Pires, dono da construtora OAS, estão há mais de três horas dentro do apartamento do ex-senador Antonio Carlos Magalhães, no bairro da Graça, em Salvador, ocupados em listar todos os objetos ali existentes.

Mata Pires é marido de Teresa, filha de ACM. O casal briga na Justiça por parcela expressiva dos bens deixados por ACM que morreu em julho último. A ação policial foi autorizada por Fabiana Andrea Almeida Oliveira Pellegrino, juíza auxiliar da 14a. Vara da Família, e mulher do deputado federal Nelson Pellegrino, do PT.

A juíza mandara, ontem, citar a viúva de ACM, dona Arlete, 78 anos de idade, cardíaca, vítima de um infarto há dois anos. Concedeu-lhe um prazo de 48 horas para oferecer todas as informações pedidas por Mata Pires. Mas antes que o prazo de 48 horas se esgotasse, a juíza ordenou a invasão do apartamento.

Importante esclarecer que até a morte de ACM, era Mata Pires quem mandava na TV Bahia, considerada aa jóia da coroa do império de comunicação montado pelo ex-senador. Com a morte do senador a situação tomou novo rumo, os herdeiros de ACM – o atual senador Antonio Carlos Magalhães Júnior e os filhos do ex-deputado Luiz Eduardo Magalhães assumiram a direção do órgão. Mata Pires não se conformou. E entrou com uma série de ações na Justiça.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]