A corrupção se alastra nos governos municipais da Bahia

O Estado da Bahia continua batendo um triste recorde quando o assunto é corrupção na administração pública. O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou o ex-prefeito de Senhor do Bonfim (BA), Cândido Augusto de Freitas Martins, por não prestar contas dos recursos recebidos do Ministério da Integração Nacional para recuperação do Canal da Malária. Outro contemplado foi o prefeito do município de Queimadas, José Mauro de Oliveira Filho, ele vai ter que prestar contas ao Ministério Público (MP) sobre doação ilegal de um terreno localizado na praça da cidade, feita a um morador conhecido como “Cigano Careca”.

Mas a coisa não para por aí, o Ministério Público ingressou também com ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Ilhéus, Jabes de Souza Ribeiro (PP). Completando 33 ações contra ele, ajuizada pelo MP. Segundo denuncia a promotora de justiça Karina Cherubini, autora das ações, cerca de 700 servidores foram contratados sem concurso. Durante a administração do ex-prefeito Jabes Ribeiro, o Ministério Público também constatou que o município de Ilhéus deixou de recolher as verbas referentes ao Fundo de Garantia por Tempo de serviço (FGTS) dos servidores no período de 1999 a 2006. A dívida acumulada supera os 15 milhões.

No município de Feira de Santana, a situação também não é muito confortável. O Ministério Público Estadual (MPE) está providenciando a abertura de inquérito para dar início às investigações dos contratos de licitações firmados entre a Kevi e a Service Comércio e Representações Ltda., e o governo municipal. Segundo avaliações iniciais realizadas pelo promotor Cristiano Chaves, há fortes indícios de fraudes nas licitações.,

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]