EARTE com grande espetáculo | Por Lilia Campos

Fazer da vida um grande espetáculo, de exemplo, de amor, de apresentações, há 35 anos, consagrando-se como uma das melhores academias de dança da Bahia, não é tarefa para qualquer um. Para comemorar este feito, a academia Earte, de Feira de Santana, estará realizando nos próximos dias 13 e 14 de dezembro, às 19h30min, horas, no Clube de Campo Cajueiro, o grande espetáculo Earte – 35 Anos Fazendo da Vida um Grande Espetáculo.

Para comemorar 35º aniversário está sendo preparada uma montagem diferente, toda especial, em homenagem à fundadora da Earte, Ângela Oliveira. Além dela, muitas outras pessoas que marcaram a história da academia serão homenageadas durante o espetáculo. São professores, funcionários, coreógrafos, entre outros.

As coreografias são remakes de algumas das mais de cem grandes apresentações já realizadas desde a fundação, a exemplo de “O Despertar da Amazônia”, de 1992, quando a famosa bailarina Ana Botafogo foi trazida à cidade; “O Cabaret”, de 1989, cujo elenco era composto pelo corpo de baile formado à época, e o grupo se apresentou com sucesso em várias cidades da Bahia. Entre as mais recentes, estão “Tempos de Infância”, de 2004, e “O Glamour do Cinema”, do ano passado.

São cerca de 50 pessoas, entre coreógrafos, iluminadores, cenógrafos, entre outros profissionais, envolvidos na realização deste evento que já se tornou um dos mais esperados do calendário cultural da cidade. O público já sabe que assistir às bailarinas da Earte é sinônimo de emoção, alegria e orgulho pelo sucesso alcançado pela academia feirense.

A diretora artística do espetáculo e bailarina Manuella Oliveira, revela que o plano de luz será inovador. Quanto ao ambiente, não apenas o palco receberá uma decoração especial, como também a área onde o público ficara sentado. “A nossa idéia é promover uma arrumação como uma noite de gala”, complementa. Ela ainda lembra que o primeiro espetáculo da Earte foi apresentado no mesmo local deste ano, o Clube de Campo Cajueiro.

De acordo com o diretor geral da Earte, Luiz Augusto Oliveira, nesses 35 anos de existência foram produzidos 105 espetáculos, assistidos por mais de 150 mil apreciadores. Pela Earte já passaram cerca de cinco mil bailarinas durante todo esse período. No palco, esse ano, se apresentarão 130 bailarinas, com idade que varia dos dois até mais de 50 anos.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]