Consórcio Furnas/Odebrecht vence leilão de Santo Antônio

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje (24/12/2007) que o Brasil está preparado para ser melhor no ano que vem do que foi este ano. “Só posso, nessa véspera de Natal, dizer ao povo brasileiro que trabalho com a certeza de que 2008 será infinitamente melhor que 2007”, disse em seu programa de rádio Café com o Presidente. “Mas, ao mesmo tempo, gostaria que o Brasil estivesse melhor. Então, vou continuar trabalhando de forma, eu diria, muito vigorosa para que o Brasil possa melhorar muito em 2008”, acrescentou.

Um dos fatores de otimismo, segundo Lula, são os recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que devem atingir a totalidade da geração de emprego e renda no ano que vem. “Afinal de contas, são R$ 504 bilhões que quase tudo isso começa a desovar, a gerar empregos e a gerar renda no próximo ano. Por isso que estou muito otimista”, disse.

Outro aspecto que, segundo presidente, é favorável ao país são os investimentos feitos pelas empresas. “Os empresários brasileiros estão investindo como poucas vezes investiram. A indústria automobilística e a indústria da construção civil crescem de forma extraordinária”, afirmou.

Lula ainda fez um balanço de 2007. Ele voltou a dizer que o Brasil vive um “momento excepcional” e destacou o número de empregos criados, “o maior da série histórica do Caged [o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados]”. “Foram quase 2 milhões de empregos criados com carteira assinada até 30 de novembro. É uma coisa excepcional”.

O presidente lembrou que as empresas têm aumentado a capacidade produtiva. “O Brasil está preparado para um grande ciclo de crescimento sustentável”, destacou.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]