Uma coisa eu digo: baiano aqui não entra | Por Sérgio Jones

Mylton Severiano da Silva, também conhecido como Myltainho pelos colegas de profissão, nasceu em Marília, interior de São Paulo, em 1940. Trabalhou em vários órgãos da imprensa, como Folha de S.Paulo – onde começou, no início dos anos 1960 –, O Estado de S.Paulo, Jornal da Tarde, Quatro Rodas, Realidade, TV Globo, TV Cultura, TV Tupi, TV Abril, A Nação, Ex-, Bondinho, O Jornal, Panorama (Londrina, PR), Brasil Extra, Extra-Realidade Brasileira e Caros Amigos.

Mylton Severiano da Silva (Myltainho), jornalista.

Segundo narra o jornalista Mylton Severiano da Silva (Myltainho), na coluna Enfermaria (revista Caros Amigos) em um dos textos intitulado ‘A vingança do baiano’, ele cita o fato de que em 1994, quando a pedido da agência DPZ, escreveu o livro ‘São Paulo de bar em bar’, em companhia da colega Miss Lily, oportunidade em que visitou uma centena de bares, um deles, o bar Cabral, no elegante Bairro Jardins.

Ao falar sobre a clientela, o dono relaciona alguns figurões e arrematou: “uma coisa eu digo, baiano aqui não entra”, disse com aquele nojo que certos magnatas das classes dominantes devotam ao povo .

Na seqüência Severiano conta uma curta história sobre o apresentador de televisão Luciano Huck sobre o episódio em que o mesmo teve o seu rolex roubado. O jornalista faz a seguinte indagação: o que tem o bar Cabral a ver com a história? É fácil de entender, diz ele, o dono do bar era nada mais nada menos que o Luciano Huck. Moral da história, “algum baiano soube deste fato e veio cobrar um rolex por danos morais”.

*Sérgio Antonio Costa Jones é jornalista (email: [email protected]).

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]