Novas reservas tornarão Brasil exportador de petróleo

A descoberta pela Petrobras de novas reservas de petróleo na Bacia de Santos permitirá que o Brasil se torne exportador do produto, afirmou hoje (08/11/2007) a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Para a ministra, as novas reservas mudarão o posicionamento do país no mercado internacional de petróleo e tornarão o Brasil exportador do produto. “O Brasil vai passar de uma nação intermediária para o primeiro patamar do mundo do petróleo. Estamos nos elevando ao nível dos países árabes e da Venezuela”, ressaltou.

Estimadas entre 5 bilhões e 8 bilhões de barris, as reservas de petróleo foram encontradas nesta semana no Campo de Tupi, na Bacia de Santos. Esse volume é suficiente para que o Brasil aumente a produção em até 50%. Atualmente, as reservas do país são de cerca de 14 bilhões de barris. O ministro de Minas e Energia, Nelson Hubner, afirmou que levará de seis a sete anos para que as novas reservas sejam exploradas comercialmente.

O anúncio da nova reserva provocou mudanças no próximo leilão de exploração de petróleo. Em reunião extraordinária na sede da estatal, no Rio de Janeiro, o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) decidiu retirar 41 blocos da Nona Rodada de Licitações, que ocorrerá em novembro.

Com a mudança, o total de blocos disponíveis para o próximo leilão caiu para 217. Segundo a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, a decisão foi tomada para preservar o interesse nacional e garantir a exploração das novas jazidas pela Petrobras e seus atuais sócios. “A decisão está baseada em uma questão fundamental: a preservação do interesse nacional”, declarou.

Segundo Dilma, cerca de um quarto da área em que foram encontradas as reservas foi licitada em rodadas anteriores, das quais 70% foram arrematadas pela Petrobras ou por consórcios com a presença da estatal. A ministra afirmou que as empresas que já adquiriram blocos nessa área em rodadas anteriores terão seus direitos e contratos preservados.

A área em que foi encontrada a reserva tem 800 quilômetros de extensão e até 200 quilômetros de largura. O petróleo está entre 5 mil e 7 mil metros de profundidade. Desde a criação da Petrobras, em 1953, o Brasil foi importador de petróleo. Somente em abril de 2006, com a entrada em operação da plataforma P-50, na Bacia de Campos, litoral do Rio de Janeiro, a estatal anunciou que o país havia se tornado auto-suficiente no produto.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]