Cópia do discurso de ACM Neto sobre a tragédia na Fonte Nova

Em discurso proferido hoje dia 27 de outubro de 2007no plenário da Câmara Federal, o deputado ACM Neto se solidarizou com as vítimas da tragédia ocorrida na Fonte Nova no último do-mingo. Ele afirmou que ainda não é o momento de apontar culpados pela tragédia, mas disse que o governo do estado tem a responsabilidade de indenizar os familiares dos sete mortos e prestar atendimento às demais vítimas que se encontram hospitalizadas. Ele sugeriu ainda a criação de uma comissão na Câmara para avaliar se o Estatuto do Torcedor está de fato sendo cumprido e investigar a situação dos estádios no Brasil, com o objetivo de evitar que outra tragédia aconteça.

“Este era para ser um final de semana de grandes alegrias no estado da Bahia, mas infe-lizmente se transformou num final de semana de pesar, de lamentação, de tristeza e de um sentimento de enorme perplexidade para todos os baianos, sobretudo para os aman-tes do esporte”, disse o deputado, que freqüenta a Fonte Nova desde 1984 e esteve no jogo do último domingo.

“Confesso que para a grande maioria das pessoas que estavam no estádio era impossível perceber o que tinha acontecido lá pelos 40 minutos do segundo tempo. Ao sairmos, os torcedores, fomos pegos de surpresa por todas as rádios e emissoras de televisão local que noticiavam a tragédia que tinha acontecido. Antes de mais nada quero expressar a minha solidariedade às famílias das vítimas, especialmente das vítimas fatais. Os sete torcedores do Bahia saíram de suas casas num domingo à tarde para ter, talvez, o mais especial e o mais reconfortante de todos os lazeres, que era ver o seu time jogar, o seu clube num momento tão especial da sua história”, afirmou.

ACM Neto disse que a Bahia vive um momento de comoção por conta da tragédia. Ele cobrou a apuração dos fatos e a punição dos culpados. “É preciso que se apure absolu-tamente tudo, sem paixão e sem qualquer aproveitamento político. Nesta hora seria pe-queno, seria mesquinho procurar atribuir responsabilidades a esta ou aquela autoridade. É hora de todos nos darmos as mãos para prestar solidariedade e, sobretudo, para garan-tir que essas famílias sejam assistidas, que elas não fiquem desamparadas. Essas famílias precisam ser indenizadas, precisam ser assistidas com o apoio do poder público”, ressaltou.

“Também é fundamental que as autoridades públicas determinem imediatamente uma análise técnica detalhada do local para que as providências necessárias sejam identifica-das. Não podemos mais admitir qualquer tipo de erro. Não dá para apresentar a solução mais fácil. Não dá para apresentar a solução que dê algum tipo de satisfação a curto prazo, mas que mantenha o problema a médio e longo prazos”, acrescentou.
O deputado afirmou que a Bahia não pode ficar de fora da Copa do Mundo de 2014, que será sediada no país. “Seria uma incoerência cidades de menor porte receberem a Copa do Mundo e Salvador, a terceira capital do Brasil, não receber a Copa do Mundo por não ter um estádio adequado e com a infra-estruturanecessária”, frisou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]